Iluminação de efeito em oito banheiros

Luminárias com difusores, sancas e arandelas trazem conforto para estes banheiros

Edição Danilo Costa

O banheiro deve contar, sempre que possível, com uma iluminaçãodifusa, que é mais suave e não gera sombras marcantes.Para isso, as luminárias podem trazer difusores devidro fosco, acrílico ou tecido. Sancas no teto e arandelaspróximas do espelho dão conta das diversas atividades dodia a dia, como fazer a barba e se pentear. “Além disso, vocêpode pensar num sistema de automação integrado, quecontrole os circuitos de acionamento de forma independente.Isso permite realizar cenários conforme a necessidade”,orienta o lighting designer Carlos Fortes, da Franco + Fortes,de São Paulo. Acima da banheira, direcione as lâmpadaspara a parede, com filtros capazes de impedir o ofuscamentoda visão. Se você quer usar o espaço na madrugada semacender uma luz forte, vale a instalação de balizadores.

Divulgação
iluminacaodeoitobanheiros-01
<p> Nesta sala de banho no Rio de Janeiro, a claraboia de vidrono teto deixa o sol entrar. No alto também existe um rasgoiluminado por fluorescentes (não aparece na foto). “Essaopção tem baixa reprodução de cor, por isso optei por peçascom alta fidelidade em outros locais”, explica a designerde interiores Roberta Devisate. As dicroicas, sobre a bancadade travertino, facilitam a maquiagem, enquanto as lâmpadasPAR 20, no teto do boxe, resistem melhor à umidade. O nichoda banheira tem minidicroicas, ideais para áreas reduzidas.</p>
.
Fechar

Curta o CASA.COM.BR no Facebook