Fachada de vidro garante iluminação farta na casa de 185 m²

Nesta casa, os ambientes parecem maiores do que realmente são. O segredo do projeto foi trabalhar com áreas integradas e iluminação farta vinda dos painéis de vidro

Por Araci Queiroz e Danilo Costa Fotos: Leonardo Costa/MCA Estúdio Ilustrações: Campoy Estúdio

Ao arrematar o último lote de um condomínio em Juiz de Fora, Minas Gerais, os empresários Marcio Alves e Luciana Maria Lima não imaginavam que a topografia do terreno os ajudaria na missão de ter uma moradia compacta com ambientes arejados e espaçosos. O platô, num nível abaixo da rua, oferecia a privacidade necessária para os profissionais do escritório A4 Arquitetos erguerem uma casa transparente que, conectada à paisagem por meio de grandes fachadas de vidro, parece mais ampla. Ainda para reforçar a ideia de amplitude, a planta tem poucas paredes internas, sem colocar em risco a intimidade da família. "Para isso, usamos o desnível de 4,50 m do terreno e posicionamos a construção num patamar abaixo da garagem", explica o arquiteto Guilherme Hallack. Os quartos foram alocados no segundo andar, fechados por paredes de alvenaria. "Só esse bloco está no local de maior incidência de sol, nas faces nordeste e noroeste", conta o arquiteto Wagner Rufino, na época sócio do escritório.

Leonardo Costa
aec267-46-espacosmulti00abre
.
Fechar

Curta o CASA.COM.BR no Facebook

-->