"Casa do divórcio" se divide quando os moradores se separam

A casa flutuante construída é composta por duas estruturas independentes que se encaixam

Atualizado em

em Casa.com.br

Um dos momentos mais inconfortáveis em um término de relacionamento é quando alguém precisa se mudar. Foi pensando nisso que Omar Kbiri e o Studio OBA criaram a Prenuptial Housing. O nome brinca com o termo em inglês para acordo pré-nupcial, perfeito para uma casa projetada para se dividir em duas metades quando (e se) os moradores se separem.

Reprodução | Dezeen
01-casa-divorcio-se-divide-quando-moradores-se-separam-prenuptial-housing

“Com o número de divórcios aumentando cada ano, o nosso conceito está – lamentavelmente – se tornando mais e mais relevante”, Kbiri disse ao Dezeen, que publicou o projeto. “Eu especialmente gosto do fato de que nós podemos estabilizar a casa durante um tempo tão conturbado. Com este conceito você não precisa necessariamente se mudar após um término”, explicou.

Reprodução | Dezeen
02-casa-divorcio-se-divide-quando-moradores-se-separam-prenuptial-housing

Com os canais de Amsterdã em mente, a casa recebeu um modelo flutuante construído com fibra de carbono leve e madeira e composta por duas estruturas independentes que se encaixam como no jogo Tetris. 

Para os profissionais, o projeto tem potencial na Bélgica, em Portugal e na Hungria, países onde os números de divórcio estão entre os maiores do mundo. A Prenuptial Housing deve começar a ser comercializada no ano que vem.

Mariana Bruno

rede mdemulher