Casa Created with Sketch.

Apartamento de 90 m² ganhou ofurô na reforma de 5 meses

Cores especiais e uma área para relaxar, com direito a ofurô, fizeram do apartamento pequeno um lugar único

Com relação a sua reforma, Fernanda Papini fez uma única exigência ao arquiteto Paulo Mencarini: a inclusão de um ofurô. “Trabalho muito e pratico esportes nas horas vagas. O banho de imersão é uma forma de relaxar, um momento de autodedicação”, explica a publicitária. Como o imóvel de 90 m² não conta com varanda (que, normalmente, é a escolha natural para abrigar a tina), o equipamento surgiu numa extensão do dormitório, usada pelos donos anteriores como quarto de bebê. “Enquanto ela se banha, tem a própria suíte como vista. Deixamos sem porta mesmo para dar amplitude”, revela o arquiteto. O caráter intimista e feminino desse espaço convive com o jeito moderninho da área social, onde vigas e pilares descascados expõem o concreto, e as instalações elétricas correm à mostra. Singular, a iluminação configura outro ponto alto do projeto. Na sala, com exceção de um pendente sobre a mesa de madeira de demolição, nenhuma luminária foi fixada no teto, apenas nas paredes. O resultado é uma luz suave, perfeita para os momentos de descanso tão caros à moça. A linguagem adotada na transformação tenta, a um só tempo, expressar e acolher a personalidade da agitada Fernanda, que equilibra as obrigações profissionais do cargo de gerente comercial numa grande empresa com a rotina de treinos – em alguns dias, ela encaixa duas sessões de exercícios. Além de correr, a paulistana pedala em provas de trilha, faz musculação e, recentemente, aderiu a uma nova modalidade: “Agora também jogo um pouco de futevôlei para descontrair”, conta. Tudo isso sem deixar de lado a vida social repleta de festas e eventos. Diante de tantos compromissos, natural que ela sentisse vontade de montar seu canto de lazer privativo. “Relaxar é necessário. Do contrário, não consigo seguir com tamanho movimento”, admite. “Tenho orgulho de receber meus amigos e apresentá-los a minha casa. É meu lugar ideal”, ressalta, após quase um ano usufruindo do novo lar. Em breve, Fernanda iniciará a preparação para participar, no começo de 2015, da prova de resistência conhecida como El Cruce de los Andes. Nessa aventura, os atletas saem do Chile, cruzam a pé a cordilheira e chegam a território argentino, percorrendo um trajeto de 100 km. “Para mim, esporte significa felicidade, empenho e determinação. Ao mesmo tempo, é preciso dedicação – não só para a prática esportiva mas para tudo. Sem ela, é impossível atingir seu objetivo, seja qual for”, conclui. O dela está bem claro: jogar-se em seu ofurô particular depois de atravessar, feliz, a linha de chegada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s