Casa Created with Sketch.

23 soluções para apartamentos pequenos

Morar em um espaço reduzido não precisa ser sinônimo de viver com aperto. Com um bom planejamento, é possível ganhar medidas extras e criar ambientes confortáveis. Confira as ideias a seguir.

Clique nas imagens para ler mais informações. Circulação sem empecilhos em 40 m². Logo que se separou, a psicóloga quis se mudar rapidamente para este dúplex de 40 m². Porém sem improvisos na decoração. “Ela tinha peças reunidas ao longo da vida e queria exibi-las de forma organizada em ambientes acolhedores”, lembra Patrícia Monteiro, autora do projeto com o sócio, Alex Geraldi – ambos são designers de interiores. Para aprontar tudo em tempo, os profissionais investiram na renovação do piso e das paredes. Na hora de definir a disposição dos móveis, privilegiaram a boa circulação. “Substituímos o antigo sofá com chaise da moradora por um modelo mais enxuto, que vira cama”, diz Patrícia.

1. Grande demais, o sofá com chaise, que a moradora tinha, ocuparia muito es...

4. Como a prioridade foi preservar a circulação, a sala não tem mesa de ce... 6. Manchado, o armário de laminado da cozinha recebeu tinta de lousa preta e... 7. No lavabo diminuto, as paredes revestidas de jacquard preto (Entreposto), ... 8. A cama box no tamanho queen (1,58 x 1,98 m) preenche quase todo o espaço ... Na planta, vê-se que o espaço para a circulação na área social foi prese...

Marcenaria garante a ordem em 47 m². Em plena reforma, o apartamento que serviria de abrigo para os fins de semana na capital paulista ganhou status de moradia, uma vez que o proprietário, o gerente de produto mineiro Marcelo Krauss Rezende, recebeu uma proposta de trabalho que o levou a morar definitivamente na cidade. Isso motivou pequenos ajustes no projeto do arquiteto Maicon Antoniolli. “Mantive a ideia inicial de eliminar quase todas as paredes para ampliar ao máximo os ambientes e repensei a marcenaria, criando móveis sob medida que desempenham mais de uma função”, conta Maicon. “Assim, Marcelo vive com conforto e mantém tudo organizado.”

9. No lugar de uma parede, uma estante divisória de nogueira (Marcenaria Ara...

11. Encaixadas sob a estante da TV, gavetas de nogueira ocultam CDs, DVDs e a... Para ampliar os espaços, o arquiteto tratou de eliminar ambientes desnecess�... 13. Uma mesa de peroba de demolição (Ilha da Madeira Móveis), entre a sala... Acima, na estante, os quadros de insetos são da Benedixt, e o abajur Slant T... 16. Pelo lado do quarto, a estante faz papel de cabeceira e criado-mudo: como... Dois banheiros viraram um só, fechado por portas de correr de vidro jateado ... No boxe, pastilhas de vidro da Vidrotil e bancos de madeira maciça da Isto �... Fechadas, como nesta foto, as portas da estante isolam o quarto e tornam aces... Repare na planta abaixo como uma marcenaria bem dimensionada resolve as quest...

Em 85 m², planta livre desde o início. O projeto da construtora para este apartamento, na capital paulista, podia abrigar até três quartos, mas havia a possibilidade de integrar alguns ambientes ainda durante a construção. Como desejavam uma distribuição personalizada, a arquiteta Carolina Zupirolli e seu marido, o advogado Sérgio Vieira, preferiram então manter fechados apenas dois quartos e os banheiros. O restante do imóvel ficou sem divisórias, e Carolina usou seus dotes profissionais para fazer a área render. “Ganhei espaço ao usar somente um guarda-roupa para separar nossa suíte da sala, que ganhou até um canto de trabalho”, conta.

A marcenaria do escritório, projetada por Carolina e executada por Alline M�...

17. Restaram poucas paredes na área social para abrigar obras de arte e enfe... 19. A arquiteta instalou o escritório no canto indicado originalmente pela c... 21. Objetos menos usados pelos moradores são guardados em baús, nos quais S... 22. Após as mudanças na planta, a arquiteta decidiu posicionar a cama sob a... 23. No banheiro, a porta de correr com puxador cavado substituiu o modelo de ... A área de 85 m² ficou bem distribuída e privilegia o estilo de vida do cas...

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s