Google Arts & Culture permite explorar lugares históricos em 3D

Projeto mostra como a tecnologia pode preservar o patrimônio mundial ao redor do mundo

Por Evelyn Nogueira Atualizado em 17 fev 2020, 16h01 - Publicado em 9 jul 2019, 21h00
Templo de Apolo, na Grécia Reprodução/Casa.com.br

O Google Arts & Culture, a plataforma cultural do Google que mantém parcerias com museus em todo o mundo, anunciou a expansão do projeto Open Heritage, que explora a importância da tecnologia e como ela ajuda a preservar o patrimônio cultural.

O projeto conta com o apoio do Historic Environment Scotland, da Universidade do Sul da Flórida e da CyArk, uma organização que digitaliza arquivos de locais de patrimônio mundial, para preservação e educação.

Orkney Neolítico, na Escócia Reprodução/Casa.com.br

Anteriormente era possível apenas fazer download de informações sobre locais históricos e, agora, o Google disponibiliza imagens e reproduções digitais, detalhadas com a tecnologia 3D.

Continua após a publicidade

Além de permitir o tour em 3D, a plataforma disponibiliza também a história e documentos exclusivos dos patrimônios contemplados no projeto. Democratizar estes dados é importante para que qualquer pessoa, seja ela, educadora, estudante, entusiasta da arte ou pesquisadora, possa acessá-los.

Reprodução/Casa.com.br

Alguns dos destaques deste projeto são: Templo de Apollo, na Grécia; Orkney Neolítico, na Escócia; Memorial de Thomas Jefferson, nos EUA; Templo de Lukang Longshan, no Taiwan; Masjid Wazir Khan, no Paquistão, Memorial Apollo 1, nos EUA e o Túmulo de Tu Duc, no Vietnã.

Para explorar esses ambientes virtualmente, clique aqui!

Continua após a publicidade

Publicidade