Casa Created with Sketch.

Uma casa sem quinas na Abitare il Tempo

O arquiteto Simone Micheli propõe uma habitação sinuosa na feira italiana Abitare il Tempo

Simone Micheli

 (/)

Avesso às quinas dos móveis e aos cantos chanfrados nas paredes, o arquiteto Simone Micheli ficou conhecido dos brasileiros quando apresentou móveis gigantes e uma nova proposta de arquitetura na mostra Casa Italiana, no Mube, em São Paulo, no primeiro semestre de 2008. Na feira Abitare Il Tempo, ele ganhou um espaço enorme, no qual criou uma casa em módulos, todos sem quinas ou cantos, claro.

A exposição traz uma residência ainda mais radical do que a mostrada aos paulistanos e deixa claro que o arquiteto está evoluindo em sua proposta de habitação sinuosa. “Minha arquitetura é fluida, inspirada no vendo, no mar, na natureza”, diz o arquiteto. “Ao mesmo tempo é muito simples, pois a intenção é que o homem volte a ser o centro da construção, para que possa desfrutá-la em todas as suas dimensões sensoriais”, filosofa. Perguntado quais são os arquitetos, do passado ou do presente, que influenciam o seu trabalho: “Simone Micheli. Somente, Simone Micheli”, respondeu, cheio de si.

Como você viu no primeiro dia da Abitare il Tempo, um outro nome conhecido, Giulio Cappelini, selecionou as peças que são clássicas hoje e mostrou as que serão clássicas daqui 50 anos. Se quiser estar sempre por dentro do que acontece no mundo do design, acompanhe as nossas coberturas das feiras internacionais. Nesta seção, você vê idéias mais inusitadas da Bienal de Veneza, as novidades da Macef 2008, em Milão, e os lançamentos da Maison & Objet, em Paris.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.