Casa Created with Sketch.

Patrimônio histórico na Zona Leste ressurge das cinzas

Durante os trabalhos de restauração da capela de São Miguel Arcanjo, os pesquisadores encontraram carrancas com traços andinos e pinturas murais. A mais antiga construção de taipa de pilão de São Paulo fica em São Miguel Paulista.

Nesta semana, um esquecido patrimônio histórico foi reentregue à população. A capela de São Miguel Arcanjo, que figura em vários livros didáticos de História do Brasil por ser a mais antiga construção de taipa de pilão de São Paulo, ficou por anos esquecida e depredada no centro de São Miguel Paulista. Em 2002, o projeto de restauração começou a ser viabilizado. Com a aprovação do Ministério da Cultura e do Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, as obras tiveram início em 2006.

Originalmente erguida em 1622, a capela foi feita em substituição a uma outra pequena igreja construída por Anchieta para catequização dos índios Guaianazes. Durante 400 anos, a capela sofreu inúmeras interferências, mas manteve sua característica de construção jesuítica ¿ com telhado em duas águas e varanda frontal. Ela passou por uma grande reforma entre os anos 1939 e 1940, quando ainda era principal igreja do bairro. Com a construção da catedral de São Miguel e transferência das missas para o novo endereço, nos anos 1960, a igreja passou anos abandonada e desconhecida até mesmo (ou principalmente) para os moradores da região.

Patrimônio tombado desde 1983, a capela recebeu investimento de R$ 3 milhões para o processo de restauro, viabilizado pela Lei Rouanet de Apoio à Cultura com o patrocínio da Petrobrás, do Banco Itaú e do Grupo Votorantin. Durante os trabalhos, peças entalhadas tiveram especial atenção. Um dos achados foi uma carranca com traçados de povos andinos ¿ provavelmente inca. Pinturas murais, realizadas diretamente na taipa, também estão sendo estudadas. O gerenciamento da obra foi realizado pela empresa especializada na preservação da memória e dos bens culturais Formarte, e a pela Concrejato.

A partir do segundo semestre, a capela entra em uma segunda fase de obras para se transformar em um museu. O projeto do Museu da Capela de São Miguel Arcanjo vai mostrar, entre outras coisas, o resultado das pesquisas arqueológicas realizadas durante o restauro. Será possível, por exemplo, conhecer o processo de fabricação de cerâmica indígena a partir de fragmentos encontrados no local. O custo aproximado da nova fase é de R$ 2,5 milhões e a previsão de finalização, final de 2009. A Capela São Miguel Arcanjo, fica no centro de São Miguel Paulista, na praça Padre Aleixo Monteiro Mafra.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s