No dia da Consciência Negra, que tal conhecer o museu Afro Brasil?

Localizado no edifício projetado por Oscar Niemeyer, o museu tem programação especial nesta quinta (20)

Por Da Redação Atualizado em 14 dez 2016, 12h26 - Publicado em 20 nov 2014, 12h56
Museu Afro Brasil

Aberto em 2004, o museu Afro Brasil está localizado no Pavilhão Manoel da Nóbrega, no Parque do Ibirapuera. O prédio faz parte do conjunto arquitetônico projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer na década de 50. Na época, o projeto previa a construção de cinco edifícios, onde cada um deles tinha a função de abrigar uma atividade de destaque da cultura e economia paulistanas.No pavilhão, chamado de Palácio das Nações, o objetivo era difundir as artes. Mais tarde, em 2004, o Museu Afro Brasil foi criado. Com mais de 6 mil obras, entre pinturas, esculturas gravuras e outras artes, o acervo do museu expõe aspectos dos universos culturais africanos e afro-brasileiros.

No dia da Consciência Negra, o museu preparou uma programação especial, que inclui palestras, apresentações musicais e até lançamento de livros. Confira:  

Serviço: Dia da Consciência Negra 

Onde: Museu Afro Brasil no Pavilhão Manoel de Nóbrega – Parque do Ibirapuera.

Quando: Hoje, quinta-feira (20)

Horário: Das 11h às 14h.

Continua após a publicidade

Entrada: As vagas são limitadas então é preciso fazer inscrição pelo email eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br

13h00 Apresentação musical – Grupo Vana KemboApresentação musical com um grupo formado por 5 músicos congoleses, que vivem no Brasil, acompanhados por instrumentos típicos de percussão, como o djembé. O Grupo já participou da Virada Cultural de 2008.

3h45 Contação de Histórias – Aos pés do baobá – “Histórias Afrobrasileiras”Os visitantes serão recebidos na Biblioteca do Museu Afro Brasil, com apresentação da biblioteca e da obra da escritora Carolina Maria de Jesus. Em seguida serão convidados a ouvir e conversar sobre histórias que remetem a diversas formas de resistências que marcam as identidades de nosso povo e revelam a forte presença das matrizes africanas na cultura brasileira.

14h00 Exibição de filme no Auditório (parceria com a TV Globo – Projeto Pipoca) – BesouroBesouro é um filme brasileiro que conta a vida de Besouro Mangangá, um capoeirista brasileiro da década de 1920, a quem eram atribuídos feitos heróicos e lendários. Estreou nos cinemas do Brasil no dia 30 de outubro de 2009.

15h15 Brincadeiras do Congo Atividade com brincadeiras tradicionais congolesas. Os visitantes aprendem canções em kikongo e lingala; em seguida, participam de uma roda em que todos cantam e dançam ao som do djembé.

16h30 2ª Exibição de filme no Auditório (parceria com a TV Globo – Projeto Pipoca) – BesouroBesouro é um filme brasileiro que conta a vida de Besouro Mangangá, um capoeirista brasileiro da década de 1920, a quem eram atribuídos feitos heróicos e lendários. Estreou nos cinemas do Brasil no dia 30 de outubro de 2009.29 de novembro, às 11h00  Contação de histórias – Aos pés do baobáEsse evento proporcionará aos visitantes um passeio pelo universo das narrativas africanas e afro-brasileiras.

14h00 Ngoma – Nesta oficina os participantes aprenderão a confeccionar tambores; em seguida, serão convidados a aprender alguns toques e a participar de uma roda.  Os visitantes deverão retirar senhas no dia da oficina no setor de acolhimento.

Continua após a publicidade

Publicidade