Casa Created with Sketch.

Decoração mais acessível: as novas maneiras de contratar um profissional

O orçamento anda curto? Não tem problema: profissionais oferecem serviços mais flexíveis, que vão desde uma simples consulta até o projeto completo com preço fechado

Seu orçamento é curto ou você só quer dar uma revisada na decoração e está sem coragem de chamar um arquiteto ou decorador para ajudar na empreitada. O receio é legítimo, por isso alguns profissionais resolveram oferecer serviços mais flexíveis, que vão desde uma simples consulta até o projeto completo com preço fechado, que inclui quadros e objetos. Conheça abaixo alguns exemplos.

Esta é a maquete digital do estilo urbano, escolhido por Ana Paula e Danilo ...

 (/)

Cinco opções à escolha

Com a planta decorada de seu novo apartamento em mãos, Ana Paula e Danilo Cortes Pereira esperam tranquilos a chegada dos móveis e acessórios. O casal é um dos clientes da Smart Décor, um departamento novo que a arquiteta Fernanda Marques criou dentro de seu escritório de arquitetura para atender imóveis entre 80 e 200 m². Em parceria com a arquiteta Alessandra Campiglia, Fernanda oferece cinco repertórios completos de projetos: urbano, clássico, moderno, clean e natural. Diferentemente do trabalho convencional, aqui o cliente não recebe uma proposta exclusiva. As soluções, os móveis e os acabamentos são fixos, com pequenas adaptações, se necessárias. “No entanto, graças a nossa parceria com fornecedores de mobiliário, armários, tapetes, luminárias e de tudo o mais que compõe uma decoração, esses projetos podem custar até 30% mais barato”, diz Alessandra.

No estilo moderno de decoração da Smart Décor, escritório, living, sala d...

 (/)

O preço do m² do estilo clean de decoração varia entre R$ 1 500 e R$ 2 mi...

 (/)

Mármore, do chão até a lareira, enobrece o ambiente clássico, que tem a s...

 (/)

A proprietária Margareth, entre o marido e a filha, examina a ficha de espec...

 (/)

Projeto fracionado

“Queria um projeto de decoração apenas do primeiro pavimento de minha casa, mas nenhum escritório aceitou. Foi uma sorte ter descoberto a Cazanarciso“, conta a dentista Margareth Baruhm Diegues. Comandada pela designer de interiores Antonia Mendes, pelo designer industrial Ricardo Umada e pela arquiteta Katia Coelho, a empresa tem uma fórmula variada para atender os clientes: oferece desde uma consulta técnica até o projeto completo. Pode-se ainda optar pelo sistema modular. No módulo Arquitetura, estão incluídos mudanças na planta, intervenções estruturais, elétrica, hidráulica e revestimentos. Já o módulo Design de Interiores cobre especificação e organização do mobiliário, tapeçaria, obras de arte e esquema de cores. “Todos os módulos incluem um manual executivo que torna o cliente apto a levar a obra sozinho. Assim, ele consegue fazer uma programação de tempo e custo dentro de suas possibilidades”, diz Antonia.

A empresária Sandra Ferraz gostou da proposta da Revisare La Casa: “Mara Ch...

 (/)

Manual de instruções

Depois de cinco anos, a empresária Sandra Ferraz resolveu redecorar o apartamento. “Mas não estava em meus planos gastar muito com honorários. Por isso, gostei de saber que a arquiteta Mara Chap Chap estava com uma nova proposta na área.” Sandra se refere à empresa Revisare La Casa, que Mara abriu recentemente com a também arquiteta Fernanda Belotto. Com a ideia de ser uma facilitadora para quem quer renovar a decoração, o grande trunfo do escritório é fornecer um precioso caderno, em que o cliente recebe todas as orientações necessárias para implementar o projeto por conta própria. Nesse volume, constam especificações, quantidades e orçamentos dos materiais, bem como nome e endereço de lojas e de mão de obra qualificada. “O objetivo é que o proprietário toque, com toda a segurança, o projeto sozinho”, explica Mara.

“As sugestões da Regina Kalil foram certeiras. Ela me orientou quanto aos t...

 (/)

Conselho profissional

A administradora Rita Roggieri bem que tentou redecorar sozinha seu living: “Comecei pelo sofá, mas percebi que não seria tão simples coordenar os demais móveis. Procurei, então, Regina Kalil, que já tinha me ajudado logo que nos mudamos, e pedi uma nova consultoria”. A história profissional de Regina começou com a decoração de sua própria casa. “Foi em 1998. Os amigos gostaram do resultado e começaram a me pedir orientação. Depois vieram os amigos dos amigos e o que era hobby se tornou profissão.” Hoje, ela tem um bom rol de clientes e, apesar de ser uma relação comercial documentada, seu atendimento é informal. Acompanha-os até as lojas, orientando as compras, repagina a decoração já existente e reestuda o layout que não está agradando. Se for preciso executar obras, ela conta com a assessoria de uma arquiteta e também tem na manga ótimos fornecedores, como marceneiros, pintores e eletricistas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s