Casa Created with Sketch.

Como seria a nova sede do MAM?

A pergunta ecoa dentro da exposição P33: Formas Únicas da Continuidade no Espaço, no Museu de Arte Moderna de São Paulo

abre

 (/)

Promovida pelo MAM-SP desde 1969 para ajudar a formar seu acervo, a mostra bienal Panorama da Arte Brasileira chega à 33ª edição com uma abordagem inédita. Avaliando o histórico das exposições, Lisette Lagnado, curadora convidada, concluiu que faltaria ao museu, hoje, apenas uma sede adequada para desenvolver um programa expositivo à altura da coleção alcançada – as mais de 5,3 mil obras estão armazenadas em depósitos fechados no centro da cidade. Ela propôs, então, uma reflexão acerca da condição do espaço, situado sob a marquise do Parque Ibirapuera desde o final da década de 60, e convidou arquitetos a integrar o grupo de expositores pela primeira vez. Os projetos a seguir são o resultado do processo utópico de pensar a nova sede e estão representados em vídeos e maquetes, expostos no MAM até o dia 15 de dezembro. Uma das seis pensatas se estende a prédios icônicos do centro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s