Casa Created with Sketch.

Paraty e Ilha Grande são reconhecidas como patrimônio mundial da Unesco

Este é o primeiro sítio misto do Brasil reconhecido pela cultura e natureza!

 (Reprodução/Prefeitura de Paraty/Casa.com.br)

Paraty e Ilha Grande, no litoral sul do Rio de Janeiro, foram reconhecidas como Patrimônio Mundial da Unesco. Atualmente, a lista da Unesco tem 22 bens brasileiros, mas este é o primeiro sítio misto, reconhecido pela cultura e natureza.

A decisão foi anunciada no dia 5 de julho, pelo Comitê do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), no Azerbaijão. Ao todo, 28 pedidos de sítios mundiais foram avaliados na reunião.

O sítio misto inclui o centro histórico de Paraty e as reservas de Mata Atlântica da região da Ilha Grande. Atualmente a Unesco possui mais de mil patrimônios naturais e apenas 39 locais são sítios mistos, isto é, que inclui bens culturais e naturais.

 (Reprodução/Casa.com.br)

Com 85% da cobertura vegetal nativa conservada, este se torna o maior remanescente florestal da Mata Atlântica. Além da extensão, as diversas fisionomias vegetais conferem uma fauna e flora com espécies raras e únicas.

Está é a terceira vez que a cidade de Paraty concorre ao título de Patrimônio Mundial, com um acervo arquitetônico importante e paisagens com belezas naturais. O centro histórico tem quatro áreas de conservação ambiental. São elas: Parque Nacional da Serra da Bocaina, Parque Estadual da Ilha Grande, Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul e Área de Proteção Ambiental de Cairuçu, equivalente a um território de quase 149 mil hectares.

Lagoa Verde, em Ilha Grande

Lagoa Verde, em Ilha Grande (Reprodução/Casa.com.br)

Para a Unesco, os sítios do Patrimônio Mundial Natural protegem áreas excepcionais quando o assunto é diversidade biológica e da paisagem. A proteção ao ambiente, assim como o respeito às diversidades culturais e às populações tradicionais chamam a atenção.

Além dos sítios serem benéficos para a natureza, eles geram uma importante fonte de renda para os locais, que vem do desenvolvimento do ecoturismo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s