Thomaz Saavedra abre as portas de sua galeria

Situado na Vila Romana, em São Paulo, o espaço apresenta trabalhos de Lichtenstein e Sergio Rodrigues

Por Texto: Marcel Antonio Atualizado em 21 dez 2016, 00h36 - Publicado em 8 abr 2016, 19h45
s- _MG_1669_2_ALTA_FINAL

Aproveitando a agitação da Sp-Arte e a presença de colecionadores e apreciadores de artes plásticas em São Paulo, o curador e galeirista Thomaz Saavedra abriu as portas de seu novo estúdio, na Vila Romana, e apresentou as peças ali colecionadas. Saavedra oferece mobiliário moderno assinado das décadas de 40, 50 e 60 e acervo de arte, com pôsteres originais e fotografias contemporâneas. Por sua reconhecida expertise, ele foi escolhido para representar a Sotheby’s e posteriormente a Bonhams, duas das mais tradicionais casas de leilões ingleses. Entre os mestres do affiche, em sua maioria europeus, destaques para os clássicos Leonetto Cappielo (1875-1942), Carlo Biscaretti (1879-1959), A. M. Cassandre (1901-1968), Roy Lichtenstein (1923-1997) e Robert McGinnis (1926-), traçando um panorama que vai do início do século 20 aos anos 70. Ambientados junto aos affiches, há clássicos do mobiliário assinados por Hans Wegner, Jorge Zalszupin, Liceu de Artes e Ofícios, Geraldo de Barros, Zanine Caldas, Branco & Preto, Lina Bo Bardi, Sergio Rodrigues, Joaquim Tenreiro e outros nomes fundamentais na história do design de mobiliário no Brasil. Quem quiser visitar essas preciosidades pode ir à Rua Tito 1575, na Vila Romana, em São Paulo SP. Mais informações pelo site do profissional. 

Publicidade