Casa Created with Sketch.

Obras de Noel Marinho inspiram nova coleção de tapetes

Com formas geométricas e tons pastel, as peças representam o olhar contemporâneo do arquiteto, que foi um dos expoentes do modernismo brasileiro

A arquiteta Patricia Marinho, filha do arquiteto e idealizadora da coleção

A arquiteta Patricia Marinho, filha do arquiteto e idealizadora da coleção (Andre Nazareth/Casa.com.br)

Imagine ter um tapete que é uma verdadeira obra de arte. E foi essa a inspiração da nova coleção da Avanti Tapetes. Para homenagear o arquiteto Noel Marinho (1927-2018), o Estúdio Design Noel Marinho e a marca preparam uma série de peças inspiradas nos painéis de azulejos, desenhos e pinturas criadas por ele. Quem idealizou tudo foi Patricia Marinho, filha de Noel, que mergulhou no acervo do pai para destacar as obras que seriam retratadas em tapetes com novas feições, traços e matizes.

Modelo Colagem

Modelo Colagem (Andre Nazareth/Casa.com.br)

A coleção tem um ar contemporâneo e contempla peças que exibem muitas formas geométricas e tons pastel. Segundo Beatriz Lettiére, diretora da Avanti, os desenhos são “simples na sua sofisticação, rítmicos em sua simetria”. Com base no olhar de Noel, “são composições criadas a partir de guaches, recortes e colagens, que passaram aos meios digitais, numa evolução natural”, completa a diretora.

 

Modelo Guache

Modelo Guache (Andre Nazareth/Casa.com.br)

Considerado um dos expoentes de sua geração, Noel Marinho participou intensamente da época áurea da arquitetura brasileira moderna, a partir dos meados dos anos 50. A arte e o design eram atividades paralelas, mas nunca foram deixadas de lado. Em 2012, Patricia começou a organizar e catalogar os desenhos que estavam arquivados há anos e incentivou Noel a continuar com suas criações. A partir disso, criou-se a marca Noel Marinho, que chega, agora, ao universo da tapeçaria.

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.