Faça você mesmo: aprenda a fazer luz engarrafada

O mecânico brasileiro Alfredo Moser ensina a fazer luz com uma garrafa de água e duas colheres de cloro

Por Alex Alcantara Atualizado em 14 dez 2016, 12h01 - Publicado em 29 jan 2015, 14h36
1-luz-engarrafada

Essa grande invenção sustentável é de um brasileiro, residente de Minas Gerais, chamado Alfredo Moser.  Após passar por um período de apagões em 2002, o mecânico, que morava em Uberaba, começou a pensar em soluções para gerar energia em casos de emergência. “O único lugar que tinha energia eram as fábricas, não as casas das pessoas”, relembra Alfredo para o site BBC. Para isso, ele utilizou nada mais do que uma garrafa de água e duas colheres de cloro. A invenção funciona da seguinte forma: adicione duas tampas de cloro à água da garrafa para evitar que ela se torne verde. Quanto mais limpa a água, melhor. Encaixe as garrafas em um buraco rente ao telhado, com cola de resina para evitar vazamentos em caso de chuva. A retração da luz solar na garrafa faz com que a garrafa de água gere luz. Para melhores resultados, encape a tampa com fita preta.

Nos últimos dois anos, a ideia do mecânico brasileiro atingiu diversas partes do mundo, levando luz para aproximadamente um milhão de casas. “Uma pessoa que eu conheço instalou as lâmpadas em casa e dentro de um mês economizou dinheiro suficiente para comprar itens essenciais para o filho que tinha acabado de nascer. Você pode imaginar?”, relata Moser. Veja detalhes da invenção no site da BBC  e abaixo um vídeo com o passo a passo para fazer luz engarrafada.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade