Escorregador do príncipe George lança tendência no mercado de luxo

O herdeiro do trono britânico ganhou um escorregador. O brinquedo impulsionou a venda do produto no mercado de luxo e fez uma empresa criar um de ouro (e rubi).

Por Da redação Atualizado em 20 dez 2016, 19h50 - Publicado em 8 out 2014, 20h05
escorregador-azul-george

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

No dia 22 de julho, o herdeiro do trono britânico mais novo, o bebê George (sim, aquele que te despreza), completou um ano e um de seus presentes foi um escorregador. O produto era azul e foi fabricado pela start-up alemã Jupiduu. Segundo a fabricante, mal o mimo saiu na mídia e algumas famílias começaram a procurá-la para comprar um “escorregador real”. Aliás, muitos clientes, empolgados com o clima de realeza, solicitaram um escorregador dourado. O pedido fez a Jupiduu ir além e, pasmem, criar um escorregador banhador a ouro. “Desde que criamos o produto, o Golden unicorn, tivemos quatro solicitações. São clientes mais exclusivos e todos de Dubai. Cada um custa 9.900 euros – algo em torno de R$ 30mil”, afirma o Kai Buschmann, fundador da star-up. Como se não bastasse, um dos clientes quis esbanjar ainda mais e encomendou um escorregador que tivesse o símbolo da Jupiduu em rubi, brinquedo que não tem seu preço divulgado mas que, segundo o fabricante, é o “produto infantil mais caro do mundo”. Alguém duvida?

Continua após a publicidade

Publicidade