Casa Created with Sketch.

Cientistas desenvolvem lâmpada incandescente três vezes mais eficiente

A criação pode marcar o retorno às incandescente e o fim do reinado do LED. Mas, calma, não é para já

lâmpada

As lâmpadas de LED, talvez, estejam com os dias contados. Ao menos, é o que pode acontecer se essa criação dos pesquisadores do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), dos Estados Unidos, vingar e se popularizar. Até hoje, as lâmpadas incandescentes eram conhecidas por serem mais baratas do que as LED, mas, por outro lado, por terem uma eficiência energética muito menor — com a mesma quantidade de energia, uma incandescente iluminava menos o ambiente e o tornava mais quente, quando comparada a uma de LED. A diferença resulta do fato de que o filamento de uma incandescente, feito de tungstênio, transforma boa parte da eletricidade recebida em calor, e não em luz. Entre outras palavras: a lâmpada incandescente dissipa a maior parte da energia que consome. O LED também produz calor, mas numa porcentagem muito menor. E o que os pesquisadores do MIT descobriram? Agora, eles resolveram desenvolver um novo filamento para as incandescentes. O novo produto é feito com cristais fotônicos, um material que “barra” os raios de calor, permitindo apenas que os luminosos passem. Funciona assim: este filamento permite que os raios de luz visíveis (responsáveis por iluminar o ambiente) sejam liberados, mas refletem outra vez para o interior do filamento os raios infravermelhos (que esquentam o espaço). Ou seja, os raios que iluminam são liberados e os que esquentam retornam ao interior do filamento para poderem ser transformados em luz outra vez e ficam num eterno processo de vai-e-vem até deixarem de ser calor e se transformarem em luz. Legal, né? E, segundo os estudiosos, o novo processo aumentou em três vezes a eficiência energética da lâmpada. O estudo foi publicado na revista científica Nature. Quem sabe desta maneira seja acesa uma esperança para as tão banidas incandescentes?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s