Casa Created with Sketch.

Marca busca democratizar o design autoral brasileiro

De inspiração minimalista e feitas para durar, as peças são criadas em parceria com artesãos, comunidades e ONGs

 (divulgação/Casa.com.br)

De um bate-papo despretensioso entre o designer de mobiliário Rafael Oliva e o administrador Marcelo Germano, nasceu a Home Lab Design. Trata-se de uma marca com vertente minimalista, que busca ressignificar os materiais e busca incorporar manualidade em seus produtos por meio de parcerias com artesãos, comunidades e ONGs de todo o Brasil. “Nós dois tínhamos o desejo de traçar um novo caminho no design, explorando um viés mais colaborativo e acessível. Desse momento em diante, a ideia foi tomando forma e crescendo a cada dia”, revela Rafael.

 (divulgação/Casa.com.br)

Segundo os sócios, o principal diferencial da marca é o foco no design consciente. “Queríamos uma empresa em que acreditássemos no que estávamos criando, onde realmente tudo trouxesse verdade. Não queríamos ser apenas uma loja de móveis assinados, mas sim criar um novo conceito”, explica Marcelo. Assim, juntaram todas as experiências que acumularam ao longo de suas carreiras e chegaram ao conceito da Home Lab Design.

“Um produto da nossa marca é criado para ter alma própria, sempre com uma história por trás e um motivo para existir”, define Marcelo. Isso porque cada peça carrega com ela a história dos mestres, artesãos e comunidades que estiveram envolvida no trabalho.

Outro ponto de atenção da marca é a matéria-prima. “Sempre procuramos incorporar novas materiais e técnicas inovadoras para chegarmos a um desenho único, durável e harmônico. E, isso tudo, resumido em um valor justo e acessível ao cliente final”, diz Rafael.

 (divulgação/Casa.com.br)

Sobre o desenho das peças, os sócios contam que elas são criadas com um olhar atento às necessidades dos clientes. “Visamos criar móveis resistentes para durarem a vida toda, personalizáveis para que o cliente se sinta parte do processo, feito por artesãos ou profissionais especializados, auxiliando, assim, na cadeia produtiva, optando por materiais descartados ou simplesmente utilizando a menor quantidade de material possível”, detalha Marcelo.

 (divulgação/Casa.com.br)

Sustentabilidade, aliás, faz parte do dia a dia da dupla. Tanto na esfera ambiental quanto social. “Nós trabalhamos sempre pensando em como um produto pode ser bom para todos. Para quem produz, que ele seja remunerado de forma justa e que seu crescimento também seja uma meta nossa, ou ainda com mão de obra de cunho social, como os tampos que fazemos com jovens que possuem deficiência intelectual”, explica Rafael.

Para o cliente final, a ideia é praticar um preço justo e acessível, entregando a ele um produto de qualidade que vai durar um bom tempo. “Assim, fazemos com que ele economize em uma futura troca de móveis e não gere lixo desnecessário descartando peças avariadas. Já parou para pensar o quanto de lixo um sofá jogado fora gera?”, finaliza Marcelo.

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.