Casa Created with Sketch.

Decoração contemporânea e charme clássico se misturam em apê do Rio

Ao combinar os dois estilos, a arquiteta Ana Cano Milman pensou também na integração física para o projeto

 (Antonio Schumacher/Divulgação)

O dono deste apartamento na Barra da Tijuca fez apenas um pedido à arquiteta Ana Cano Milman: elaborar um projeto que combinasse uma visão contemporânea da decoração sem perder o charme dos elementos clássicos.

Além de atender a esta solicitação, Ana focou também no diálogo entre os ambientes. Para isso, ela pensou na integração física deles, em uma paleta de cores e iluminação responsáveis pela unidade dos espaços e, ao mesmo tempo, na setorização e funcionalidade de cada cômodo.

Os adornos e a marcenaria são os responsáveis por aquecer e humanizar o ambiente.

Os adornos e a marcenaria são os responsáveis por aquecer e humanizar o ambiente. (Antonio Schumacher/Divulgação)

O décor é marcado por dois elementos: o cobogó de madeira na sala de estar, que é um marco da arquitetura brasileira e traz elegância ao espaço, e o piano, conferindo a imponência que o ambiente precisa para estar em harmonia aos demais espaços. Esse piano é um dos ‘xodós’ do morador”, conta a arquiteta.

Para que os ambientes pudessem manter um caráter uníssono, a arquiteta usou o branco como pano de fundo para ambientar e criar a decoração.

Para que os ambientes pudessem manter um caráter uníssono, a arquiteta usou o branco como pano de fundo para ambientar e criar a decoração. (Antonio Schumacher/Divulgação)

Como o morador tem um gosto requintado pela arte e design, Ana faz uso de um mobiliário assinado no living. A poltrona Wing, do designer Tadeu Paisan, destaca-se no estar.

“Além do requinte que a peça agrega ao projeto, o tom dela é totalmente harmonioso ao usado na marcenaria do home e em outros pontos da decoração”, explica Ana. “Dessa forma, as diferentes nuances de tons terrosos se complementam na madeira, tapeçaria e na luminária aramada no canto da sala”, finaliza.

 (Antonio Schumacher/Divulgação)

O quarto do residente segue a premissa da integração por cores: com decoração clean e predominância do branco, o ambiente faz pouco uso de marcenaria.

A ideia era trazer amplitude, leveza e aproveitar a boa iluminação natural do apartamento.

 (Antonio Schumacher/)

A varanda, por sua vez, é marcada por tons neutros e cores pontuais da decoração, que refletem a vista exterior proporcionada pelos painéis de vidro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s