Apartamento em Ipanema recebe décor leve e praiano

O projeto da arquiteta Patrícia Netto buscou trazer a leveza das praias cariocas para dentro do imóvel

Por Yara Guerra Atualizado em 14 jun 2021, 15h27 - Publicado em 2 jul 2019, 14h13
Denilson Machado/Casa.com.br

Com a proposta de trazer unidade e integração para um apartamento de 235 m² em Ipanema (Rio de Janeiro), a arquiteta Patrícia Netto elaborou um projeto que promoveu também um décor mais contemporâneo.

Para que as áreas de circulação fossem ainda mais aproveitadas, a arquiteta aposta em um tom minimalista no uso de móveis. Denilson Machado/Divulgação

Para trazer a amplitude desejada pelos moradores, a arquiteta optou por derrubar algumas paredes, integrando as áreas sociais.

“As paredes saíram para dar vez a essa integração, que é muito fácil de ser percebida no piso, através do tapete, que vai desde o estar principal até o lounge; e no teto, com os rasgos de iluminação, que vão desde a parede até o teto da sala de estar, com tamanhos irregulares”, comenta Patrícia.

Denilson Machado/Casa.com.br

Da década de 1980, o imóvel contava, originalmente, com revestimentos de cores sombrias. Buscando trazer o ar praiano e leve das praias cariocas para dentro do lar, a arquiteta se desfez destes tons e usou bastante o azul e o verde nos ambientes.

Continua após a publicidade

Além disso, Patricia buscou mesclar influências brasileiras e estrangeiras. Um cobogó de marcenaria, desenhado por ela, traz um importante marco do design brasileiro.

Cobogó desenhado pela própria arquiteta. Denilson Machado/Divulgação

Na cozinha, o uso de cimento queimado dá o tom da decoração, onde a marcenaria abraça o espaço, conferindo ainda mais utilidade e aproveitando cada centímetro disponível.

Denilson Machado/Divulgação

Os tons mais sóbrios são levados também para a suíte principal. “Atemporal, o cinza aparece predominantemente nas suas variações e o preto está nos detalhes”, diz.

Denilson Machado/Divulgação
Continua após a publicidade

Publicidade