Casa Created with Sketch.

Três ambientes com pisos que simulam madeira, pedra e cimento

É tendência: diversos tipos de piso simulam madeira, pedra e cimento. Comprove na nossa seleção para três ambientes e descubra as vantagens dasversões alternativas.

01-tres-ambientes-com-pisos-que-simulam-madeira-pedra-e-cimento

 (/)

Há tempos tecnologia e estética caminham de mãos dadas quando o assunto é piso. Essa dupla combinação atinge seu ponto alto quando revestimentos tradicionais, a exemplo da cerâmica, passam a imitar com qualidade impecável matérias-primas naturais como madeira e pedra e cair definitivamente nas graças dos arquitetos. A evolução das técnicas e dos equipamentos reflete-se nas crescentes opções de peças com reprodução fel, que atestam: as aparências enganam! É tentador passar a mão sobre uma régua de porcelanato para ter certeza de que não se trata mesmo de uma tábua de madeira. Ou testar o aveludado toque da placa cimentícia que, aos olhos, copia com perfeição a superfície rústica e nobre de um travertino. Conheça nesta reportagem alternativas que realmente substituem à altura madeira, pedra e cimento. E, antes de optar por um piso cerâmico, cimentício, vinílico ou de resina, fique por dentro de suas principais características. Até para, quem sabe, convencer-se de que a sua praia é mesmo a versão original.

 

02-tres-ambientes-com-pisos-que-simulam-madeira-pedra-e-cimento

 (/)

Efeito de madeira: as versões artificiais são mais baratas e fáceis de manter

1. Porcelanato: para áreas internas, a linha Peroba, da Eliane, segue o visual dessa espécie bastante usada na construção civil. as placas retifcadas ganham acabamento acetinado e medem 20 x 120 cm (a série também conta com peças de 60 x 120 cm). o fabricante recomenda que a junta de assentamento – espaço entre duas placas – seja de 2 mm. R$ 152 o m², sem instalação.

2. Cimentício: as ranhuras e o tom dão credibilidade à linha Legno (Solarium). Suas réguas de 2,4 cm de espessura estão disponíveis nos tamanhos 12,5 x 150 cm e 20 x 150 cm e não só cobrem pisos externos e internos como também compõem painéis de parede. Existem seis opções de tonalidade: avelã (foto), ipê, wengue, ébano, antico e pátina. R$ 241,50 o m². Não inclui colocação.

3. Vinílico: esse piso costuma ser liso, mas a linha ambienta Rústico, da Tarkett Fademac, simula tanto a cor de madeiras naturais quanto seus veios e nós. as réguas simples, com 3 mm de espessura, são coladas no contrapiso – que precisa estar seco, limpo e nivelado. Em 11 tons, as peças medem 18,4 x 95 cm e 17,8 x 122 cm (na foto, matiz avelã). R$ 90 o m², em média, instalado.

03-tres-ambientes-com-pisos-que-simulam-madeira-pedra-e-cimento

 (/)

Efeito de pedra: a similaridade com as rochas nobres atinge quase a perfeição,

1. Cimentício: a irregularidade da superfície do travertino inspirou a linha Etrusco, da Castelatto. Com oito variações de cor (na foto, tom sépia), a marca oferece dezenas de formatos, que vão das tradicionais placas quadradas às peças em curva, em L e para bordas de piscinas. O revestimento serve para áreas internas (exceto o boxe) e externas, em pisos e paredes. A partir de 156,80 o m², sem instalação.

2. Porcelanato: o Travertino del Moro é produzido pela Portinari com impressão HD. Esse procedimento estampa com exatidão na superfície da chapa o visual do mármore que batiza o nome da linha. As placas retificadas, com 11 mm de espessura, são encontradas nos tamanhos 90 x 90 cm e 60 x 120 cm (foto). Recomendado para pisos em qualquer ambiente da casa. R$ 140 o m², em média, sem colocação.

3. Cerâmica: própria para o chão de áreas molhadas, como varanda, espaço de lazer, jardim e banheiro, a cerâmica mohave (Lanzi) tem acabamento acetinado nas peças antiderrapantes. Visualmente, o produto parece ser pedra, mas com superfície menos áspera – o que facilita a limpeza. Com 51 x 51 cm e acabamento lapidado, há placas em três cores: amêndoa (foto), grafite e noce. R$ 40,90 o m², não assentado.

 

04-ambientes-com-pisos-que-simulam-madeira-pedra-e-cimento

 (/)

1. Porcelanato: para quem gosta da rusticidade do cimento, mas prefere um piso mais resistente e fácil de instalar, o porcelanato é a melhor opção. A linha Concretyssima, da Portobello, oferece peças de 60 x 60 cm nas versões matiz, com o custo de R$ 94,90 o m² (na foto, cor grigio), e Portland e argento, por R$ 109,90 o m² (sempre sem instalação). Há variações de tamanho: 90 x 90 cm e 60 x 120 cm.

2. Vinílico: o visual moderno a que o concreto remete também é reproduzido pela Techvinyl, com a linha Urbana Concreto. as placas de 45,7 x 45,7 cm e 2,5 mm de espessura vão em pisos de áreas internas. a instalação rápida e fácil é um dos pontos fortes desse revestimento, que também promete um bom isolamento acústico e térmico. R$ 64 o m², em média, não colocado.

3. Resina: sem a necessidade de juntas de dilatação, o mr. Cryll (Bricolagem Brasil) é uma massa à base de cimento com polímeros e outros aditivos. O produto, com espessura de apenas 2 mm (15 opções de tom), aceita aplicação sobre cerâmica e contrapiso nivelado. Em paredes, recobre painéis de MDF e de gesso acartonado, além de alvenaria pintada. Entre R$ 90 e R$ 110 o m² aplicado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s