Painel de concreto, com material reciclado, forra parede

Do entulho também nascem coisas bonitas. Prova disso está nesta parede, forrada de placas de concreto com resíduos coloridos

Por Por Lara Muniz (texto) e Carolina Diniz (arte) Fotos Luis Gomes Atualizado em 20 dez 2016, 22h55 - Publicado em 14 fev 2014, 18h55
01-painel-de-concreto-com-material-reciclado-forra-parede

1) Capricho no acabamento: as placas de 1 x 1 m tinham bordas levemente arredondadas. Para suavizar as junções, refilaram-se as margens de forma que alguns pontos de encontro ficassem quase imperceptíveis. 2) Os fios estão lá atrás: uma camada de enchimento com reboco (2 cm de espessura) abriu espaço para a passagem de um conduíte por trás do painel, que esconde a fiação dos equipamentos. 3) De olho no peso: Robusto (72 kg/m2), o revestimento pede argamassa do tipo ACIII para assentamento em paredes. Depois de colocado, recebeu a aplicação de resina fosca, que vedou os poros – isso evita que sujeiras se impregnem nele.

SUSTENTÁVEL E BELA

Quando escolheu trocar a tinta por um material diferente para incrementar a sala deste apartamento em São Paulo, a arquiteta Juliana Garcia pensava em tornar a área mais atraente. “Gosto de inserir cor nos projetos com base em elementos arquitetônicos”, revela. A textura curiosa e o cuidado com a sustentabilidade levaram-na a apostar nas chapas de concreto que contêm entulho em sua massa (Concresteel). Sobras de construção, cacos de vidro, louças quebradas, sucatas de marmoraria e pneus triturados: tudo isso entra na composição. Instalar as placas de 1 x 1 m, no entanto, exigiu esmero – parte das emendas fica disfarçada pelo aparador, pela TV e pela prateleira superior. “Além da função decorativa, as placas agem como painel para a televisão. O acabamento é discreto e delicado”, finaliza. O revestimento tem preço médio de R$ 175 o m² (padrão Terra Cinza), sem custos de instalação.

02-painel-de-concreto-com-material-reciclado-forra-parede

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade