Casa Created with Sketch.

Chuva: como prevenir ou remediar os danos

Para impedir a entrada de água em casa, alguns cuidados devem começar no projeto. Mas também é essencial estar atento à manutenção de laje, telhados, esquadrias...

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

Com a chegada do verão, aumentam os problemas causados pelo excesso de chuva, especialmente no Sudeste do país. Para os especialistas em construção civil, a prevenção é o melhor jeito de evitar que a água não invada a casa. A proteção contra a chuva, no entanto, pode funcionar melhor se prevista no projeto, conforme recomenda Wilson Simões das Neves, gerente executivo do Instituto Brasileiro de Impermeabilização (IBI). “Existem produtos certos para cada etapa e há empresas que só fazem isso”, diz ele. Impermeabilizar a casa desde a fundação custa de 2 a 3% do valor total da obra, segundo o IBI. “Quem deixa para depois enfrenta problemas de umidade e gasta de 6 a 12%”, avisa Wilson. Se você quer renovar a pintura de sua casa, fique de olho em nossas dicas de cores.

SOLUÇÕES RÁPIDAS E TEMPORÁRIAS

Se estiver chovendo dentro de casa e não houver mais tempo para prevenção, tome medidas urgentes:

– Numa emergência, para tapar o buraco de telhas faltantes ou quebradas, lance mão de uma lona presa ao telhado com o apoio de pedras.

– Use fitas adesivas multiúso na vedação de telhas, calhas e rufos; há versões veda-trinca próprias para as paredes.

– Cimento polimérico pode ser aplicado nas paredes internas junto aos rodapés se houver infiltração ascendente (vinda do solo, jardim ou fundação).

ANTES DA CONSTRUÇÃO Alguns itens devem ser observados na fase do projeto. – Dreno e paisagismo: os jardins podem não dar conta de absorver a chuva. Por isso, vale fazer a drenagem com tubos de PVC furados, enterrados ou aparentes. Enrolados em manta drenante e protegidos por brita, eles conduzem o excesso de água à saída pluvial. O mesmo sistema pode ser adotado em fundações e muros de arrimo. – Alicerce: sapatas e baldrames devem ser protegidos com manta asfáltica ou emulsão em caso de lotes alagadiços ou áreas com lençol freático próximos da superfície. Pode ser necessário desenvolver um sistema de dreno (como o descrito acima). Nunca dispense a supervisão de um engenheiro. – Muro: quando o lote do vizinho é mais alto, o foco de umidade em contato direto com o muro de arrimo será constante. A manta asfáltica deve ser aplicada na face do muro voltada para o vizinho. Um sistema de drenagem também é essencial nesse caso, a fim de conduzir a água acumulada junto ao muro. – Telhas, calhas e rufos: bem dimensionados e posicionados, eles evitarão que a água siga para dentro de casa. Na junção entre o telhado e a parede, o uso de rufos impede a infiltração causada por fissuras ou frestas.

MÃO DE OBRA E PRODUTOS PARA CADA ETAPA Saiba o que usar para manter a construção e veja quanto custa contratar profissionais especializados:

TELHADO O telhadista paulista Amarildo Sbardelotto, sugerido por Hélio Carneiro, cobra cerca de R$ 15 o m² pela revisão do telhado. Ele também pode verificar se é necessário vedar com silicone as fendas entre as telhas. Acqüella. Esse hidrofugante à base de silicone impermeabiliza a superfície de telhas cerâmicas. Vedacit, R$ 18 (900 ml).Lwarflex Impermeabilizante Acrílico. Feito de resina acrílica e flexível, pinta e protege lajes e paredes externas. Lwart, R$ 300 (50 kg).

CALHA A Ipê Telhados, de São Paulo, cobra cerca de R$ 15 o metro. Sika Multiseal. Fita autoadesiva para a vedação das ligações entre calhas, telhados e rufos. R$ 30 (rolo de 8 m). Veda Calha Adespec. Vedante de secagem em 24 horas que funciona como solda fria. R$ 16.

LAJE A tradicional manta asfáltica, preparada com maçarico, custa em média R$ 50 o m² instalado. Já as emulsões asfálticas, aplicadas com rolo, valem R$ 40 o m² colocado. Esses serviços devem ser feitos por empresas especializadas. Entre no site do IBI, clique em empresas associadas e confira alguns contatos. Denvermanta Elastic. Manta asfáltica feita de asfalto com polímeros. Denver, R$ 15 o metro (3 mm).Denverlaje Preto. Emulsão asfáltica com elastômeros, própria para aplicação e moldagem a frio. Denver, R$ 95 (18 litros).Lwarcril. Emulsão acrílica elastomérica com bactericida, fungicida e algicida. Lwart, R$ 180 (20 kg).

PISO E FACHADA O serviço de rejuntamento custa cerca de R$ 16 o m², segundo André Moral. Se o piso ou a fachada forem cobertos de textura ou tinta (sem revestimento), vale reforçar a argamassa do reboco com aditivos de resina. Pedras Rústicas. Argamassa colante de assentamento e rejuntamento de pedras. Weber Quartzolit, R$ 15 (20 kg).Vedalit. Líquido de resinas para misturar na massa de reboco ou assentamento. Vedacit, R$ 11 (1 kg). JANELA A MDE calcula que a manutenção de esquadrias de alumínio custe a partir de R$ 450 (com barra de retenção de umidade e silicone ou borracha de vedação). Jimo Silicone Aerossol. Em spray por R$ 16 (400 ml).Denver Espuma 500. Espuma de poliuretano expansível para instalar batentes e caixilhos. Denver, R$ 21,40 (500 ml).

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s