Com a lagoa no horizonte

O jovem executivo carioca queria uma casa que refletisse seu estilo descontraído. O arquiteto André Piva traduziu a sua vontade em cada detalhe neste apartamento claro e integrado.

Por Redação Atualizado em 20 dez 2016, 18h23 - Publicado em 30 ago 2007, 19h03
Poucos móveis e objetos:sofá da Interni, almofadas e revisteiro de couro da...

Perfeito para reunir amigos

Ela está por toda parte.A lagoa Rodrigo de Freitas é vista de todo o apartamento de cerca de 100 m2 na zona sul carioca. E foi isso o que encantou o jovem economista Alexandre Nogueira de Paula quando partiu para morar sozinho.”Eu estava saindo da casa dos meus pais e queria um espaço amplo e integrado.Entrei aqui e me senti em casa”, lembra. Mas o resto da história não foi tão rápido assim.Ocupado,trabalhando em uma multinacional, ele encomendou o projeto da reforma ao arquiteto André Piva, que, literalmente, quebrou tudo, em uma obra que durou cerca de seis meses.Só sobraram as paredes que delimitam o escritório.”Acabei com as dependências e privilegiei a área social.Como o Alexandre gosta de de receber os amigos,essa integração funciona bem”, explica Piva, que cobriu todo o piso com placas de cimento Pietra de 75 x 75 cm (Mediterrâneo).

O mix de materiais e texturas esquenta o ambiente. Os bancos,de madeira maci�... A madeira de demolição, usada na mesa de jantar (Coliseum) e no bar, quebra...

Aberto e sem garrafas de bebida ou copos em exposição, o bar perde aquele ar convencional e se torna um espaço sofisticado e prático na hora de receber.”A bancada alta, com 1,10 m, esconde a pia da cozinha”, diz Piva.

Continua após a publicidade

A cozinha (Elgin) repete os tons de café e o prateado do aço. As cadeiras d...

Móveis assinados e artes plásticas

Poltrona branca de Marco Zanuso (Arquivo Contemporâneo), cesto da Stilo Ási...

Enquanto a televisão de plasma não chega,os quase 10 m2 do escritório parecem vazios,com os poucos objetos que Alexandre começou a colecionar desde que se mudou, há cerca de seis meses.Por enquanto,seu foco é investir em arte,como a foto de Murilo Meireles (HAP Galeria). Outra prioridade é a compra de móveis com design assinado, que não correm risco de ficar datados. “Gosto das cadeiras de Charles Eames e fui atrás de uma vermelha para este espaço.Assim,quebrei a hegemonia dos tons neutros”,conta Alexandre.”Dou força para que ele adquira peças consagradas,com qualidade e estilo para acompanhá-lo a vida toda”,acrescenta Piva.No futuro, o escritório vai se tornar um home theater e ganhará um sofá-cama.E só.”Quero manter o minimalismo”, diz Alexandre.”Sou jovem,sem tanta bagagem e, acima de tudo,prefiro a harmonia e a paz dos vazios.”

Estante de laca branca e imbuia, em módulos de linhas retas (Lamag Marcenari...

Para manter o estilo limpo da casa, o arquiteto desenhou uma estante pequena, sem muitos detalhes, para o escritório.”Esse espaço pode servir também de quarto de hóspedes e é melhor não ficar sufocado demais”, diz André Piva.

Continua após a publicidade

Publicidade