Casa de campo perto de represa oferece vista paradisíaca

Encontro marcado: Um marido apaixonado por cavalos, uma esposa que adora ter água por perto para se divertir com as crianças.

Por Por Andréa Ortiz, Eliana Medina e Rosele Martins Fotos: Eduardo Pozella Atualizado em 20 dez 2016, 17h50 - Publicado em 30 abr 2010, 10h29

A união desses dois prazeres resultou na casa de campo mimetizada na placidez da represa.

Não foi difícil acomodar os sonhos do casal sob o mesmo teto. “Meu marido queria espaço para montar um haras e eu gosto da proximidade com a água. Encontramos a combinação ideal neste terreno, localizado à beira de uma represa e a apenas duas horas de carro de São Paulo”, diz a proprietária. “A casa se abre inteira, é permeável aos arredores”, resume o arquiteto, para quem natureza é assunto sério: praticante de surfe (estava prestes a embarcar para El Salvador atrás de boas ondas no dia da entrevista), Gui morou no litoral norte paulista por quase uma década nos anos 80, logo depois de formado. Na época ainda mais abundante do que hoje naquele trecho da costa, a mata Atlântica o ensinou a buscar experimentações e as melhores vistas. “Cada trabalho é único. Não sigo um estilo”, garante. Neste caso, quem há de querer tirar os olhos de um conjunto como este?

Publicidade