Casa de campo é construída com material reaproveitado e pedras locais

Este projeto da Solo Arquitetos usou de tijolos de demolição e abusou das pedras extraídas no próprio endereço para dar forma à residência

Por Redação Atualizado em 17 fev 2020, 16h03 - Publicado em 19 jun 2019, 12h22
Eduardo Macarios/Casa.com.br

Esta casa de campo com 180 m2, em Alvorada do Sul, interior de São Paulo, foi projetada pelo escritório paranaense Solo Arquitetos. O principal destaque na criação do projeto é escolha de materiais que formam a construção. Os tijolos usados na obra vieram da demolição de uma antiga fábrica do morador, enquanto as pedras foram encontradas no próprio lote e deram o tom de vermelho que chama a atenção em toda a residência.

Eduardo Macarios/Casa.com.br

A partir do terreno com desnível acentuado à beira do Rio Paranapanema, os profissionais vislumbraram a oportunidade de criar um projeto que tivesse uma conexão íntima com a natureza – aproveitando principalmente da vista para um lago que se tem nos fundos do lote. Para isso, os arquitetos criaram a residência em dois volumes, separando a área social da íntima e dando um respiro no meio do terreno.

Eduardo Macarios/Casa.com.br

Totalmente integrado, o primeiro volume abriga a área social em um grande pavilhão. “Outro elemento de destaque desta lâmina é a prolongação da cobertura desse pavilhão para fora, criando um deque protegido de contemplação da vista e da área de lazer da residência”, explicam os profissionais.

Continua após a publicidade

Eduardo Macarios/Casa.com.br

No bloco com a área íntima da casa, ficam os três quartos que a compõem com destaque para a suíte principal. Todos ambientes da morada possuem vista para lago, mas a suíte do casal ganhou um belvedere privado.

Eduardo Macarios/Casa.com.br

Na área externa, uma pequena capela ao ar livre reforça a atmosfera bucólica da propriedade.

Continua após a publicidade

Publicidade