Apartamento de 39,5 m² em Nova York aproveita pé-direito alto

Com 39,5 m², este apartamento ocupou bem seus 7,5 m de pé-direito.

Por Por Silvia Gomez Atualizado em 19 jan 2017, 13h20 - Publicado em 14 jun 2013, 21h17
01-apartamento-em-nova-york

Para não comprometer a sensação de amplitude e favorecer a circulação,o projeto prima pelo mínimo de móveis soltos. A marcenaria laqueada da cozinha garante ordem e elegância no móvel todo aberto. O balcão multiuso avança da cozinha à sala de estar, aproveitando a integração entre ambientes.

Encontrar um bom apartamento em Nova York pode ser uma gincana. Este loft tinha cômodos escuros e mínimos, sem espaço para uma simples cama. Mas o pé-direito alto, de 7,5 m, era sua melhor promessa, devidamente aproveitada pelo escritório de Scott Specht, o Specht Harpman. “Nossa solução foi criar quatro plataformas para as atividades essenciais. Tudo é integrado: a única porta é a do banheiro”, diz Scott. Fora o piso de madeira, todos os acabamentos são claros, a fim de reforçar a busca por amplitude.

02-apartamento-em-nova-york

Como não havia área para armários tradicionais, gavetas nasceram embaixo dos degraus. Os tijolos escuros originais foram pintados de branco. Na escada, cabos de aço delgados são o guarda-corpo.

Continua após a publicidade

03-apartamento-em-nova-york

No segundo andar, a escada leva ao terraço, cujas janelas inundam de luz o resto do loft. Da cama, é possível ver o pavimento inferior. Na falta de espaço para um criado-mudo, foi bolada esta caixa de marcenaria que oferece área de apoio na lateral.

04-apartamento-em-nova-york

Os ambientes se distribuem numa espécie de zigue-zague ao longo dos andares do imóvel.

 

Continua após a publicidade

Publicidade