Casa Created with Sketch.

Nova sede do Instituto Verdescola prevista para fevereiro

O Instituto tem projetos de educação, conscientização socioambiental e cidadania. A nova sede, no litoral Norte paulista, ampliará o atendimento para 700 pessoas

flash

 (/)

Atualmente, o Instituto Verdescola cumpre sua missão promovendo educação, conscientização socioambiental e cidadania para cerca de 300 adolescentes e jovens da comunidade de Vila Sahy, em São Sebastião, SP. A organização não-governamental também atua em São Paulo, na Praça Victor Civita, e em escolas públicas com o Projeto Praça vai à Escola. Inaugurar a nova sede, de 2,9 mil m², no litoral Norte paulista, significará ampliar o atendimento para 700 pessoas, criar novos projetos, conquistar espaços maiores e mais inteligentes… Enfim, apostar num futuro melhor. “Só o fato de aumentar a possibilidade de tirar os jovens das ruas já me traz alegria”, afirma Maria Antonia Civita, presidente do Verdescola. Entretanto, atrair a comunidade para os núcleos de desenvolvimento da instituição exige, além de seriedade e muito trabalho, parcerias. Uma delas foi feita com nove arquitetos e decoradores renomados do mercado. Eles projetaram uma ala do prédio, denominada Módulo Cidade Jardim. A área, com cerca de 450 m², é uma criação coletiva das arquitetas Patricia Anastassiadis (responsável pela sala de música), Brunete Fraccaroli (brinquedoteca), Zoe Gardini (sala de educação ambiental), Denise Barretto (sala de dança), Deborah Roig (oficina de artes), da designer de interiores Jóia Bergamo (sala de vídeo), e dos arquitetos João Armentano (laboratório fotográfico), Maurício Queiroz (enfermaria) e Léo Shehtman (sala dos professores). “A iniciativa, além de apoiar a causa, incentiva parcerias de outros profissionais e fornecedores. Só tenho a agradecer”, afirma Maria Antonia. 

Fundado em setembro 2005, o Instituto Verdescola é uma organização não-governamental sem fins lucrativos. Nasceu promovendo ações de educação socioambiental em parceria com algumas escolas de São Paulo. Em 2008, a área de atuação do projeto se expandiu. Tudo começou porque a presidente da instituição, Maria Antonia Civita, se aproximou da associação de moradores da Vila Sahy, litoral de São Paulo, a fim de interditar o lixão na praia da Baleia, em São Sebastião. Juntos, conseguiram isso e muito mais: o Instituto Verdescola passou oferecer  à comunidade, além de ações de educação socioambiental, oficinas de informática, capoeira e artes.

 

 

 

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s