O Studio Travellero dá à arte das ruas uma nova cara

A dupla de artistas Bernardo Magina e Dafne Nass inova nas técnicas para o muralismo de São Paulo e do Rio de Janeiro

Por Kym Souza 18 fev 2020, 17h41
Divulgação/Casa.com.br

A pintura em mural acompanha a civilização desde o tempo dos gregos e dos romanos e tem diversos artistas que ficaram conhecidos por obras assim. Em São Paulo – cidade cercada por prédios – os murais pintados na empena desses edifícios se tornam pontos turísticos.

Divulgação/Casa.com.br

É o caso do Studio Travellero, um dos responsáveis por ressignificar espaços urbanos através do muralismo, criando diálogo com a arquitetura. Desde 2016, Bernardo Magina e Dafne Nass, profissionais do estúdio, fazem interferências artísticas nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro. As telas são as mais variadas: em pistas de skate, lojas, escolas, contêineres, teatro, hotel, apartamentos e até na fachada de um supermercado.

Divulgação/Casa.com.br

A dupla tem formação nas artes. Bernardo é artista e curador, mestre em Arte e Cultura Contemporânea pela UERJ e professor do curso “Pintura Além do Quadro”, da EAV Parque Lage. Dafne é designer de moda e artista visual, estudou no IED, em Milão, e fez História da Arte e desenho de observação, também na Itália.

Divulgação/Casa.com.br
Continua após a publicidade

A inspiração para os murais passeia pelo movimento modernista, dos artistas Cézanne, Picasso, Braque e o casal Delaunay e chega à arte contemporânea, com Frank Stella e Richard Diebenkorn.

Divulgação/Casa.com.br

Apesar do muralismo ser comum na técnica do afresco, o Studio Travellero usa o método de pintura formal para as ruas – e esse é o diferencial duo. Os materiais usados são pincéis, rolos, tinta de parede e corantes para criar as próprias cores, onde esta técnica dá identidade única ao Studio.

Divulgação/Casa.com.br

Além dos murais de rua, a dupla faz projetos de interiores e já trabalharam com empresas como a Adidas, o Jockey Clube, a mostra Morar Mais por Menos e a loja RIOetc.

Continua após a publicidade

Publicidade