Casa Created with Sketch.

Norman Foster cria parlamento britânico reutilizável

A proposta é criar um espaço que possa ser usado pelos parlamentares enquanto o edifício oficial é reformado

 (Reprodução/dezeen)


Em parceria com o promotor imobiliário John Ritblat, o arquiteto britânico Norman Foster revelou seu projeto para um edifício desmontável de vidro e aço para abrigar o parlamento do Reino Unido, enquanto o oficial é reformado. A construção temporária conteria uma réplica exata da Câmara dos Comuns, juntamente com escritórios para 650 membros do parlamento, envoltos em um vidro à prova de bombas e estrutura de aço.

Seria construído a cerca de 400 metros do Palácio de Westminster, nome oficial do complexo histórico que contém a Câmara dos Comuns e a Câmara dos Lordes, no Horse Guards Parade. Foster propõe que a estrutura temporária poderia fornecer escritórios para membros eleitos do parlamento e uma Câmara dos Comuns substituta, onde os membros do parlamento debatem e fazem leis enquanto o Palácio de Westminster passa por uma restauração de 4 bilhões de euros.

 (Reprodução/Pinterest)

De acordo com o jornal britânico The Times, Foster e Ritblat foram convidados a enviar seu projeto como parte de uma revisão dos custos gerais da restauração do Palácio de Westminster, incluindo sua relocação temporária.

A estrutura, que custaria 300 milhões de euros e poderia ser reutilizada quando a restauração for concluída, foi projetada como uma alternativa de baixo custo para a reconstrução Allford Hall Monaghan Morris de Richmond House, um prédio do governo nas proximidades de Whitehall.

 (Reprodução/dezeen)

“Isso economiza muito dinheiro e tempo e é reutilizável e mostra o que podemos produzir como nação”, disse Foster ao Times. No entanto, alguns arquitetos criticaram a natureza sustentável de construir uma estrutura temporária em vez de renovar a Richmond House.

“A primeira regra da sustentabilidade é reutilizar e adaptar um edifício existente, ainda mais se for um uso de curto prazo”, escreveu Rab Bennetts, co-fundador do estúdio de arquitetura Bennetts Associates, no Twitter. “Adaptar a Richmond House em Whitehall é a solução responsável óbvia.”

Ambas as propostas foram criadas após a decisão do governo do Reino Unido em 2018 de se mudar do Palácio de Westminster para permitir que o edifício de 1100 quartos passasse por uma restauração de 4 bilhões de euros liderada pelo estúdio britânico BDP.

 (Reprodução/Save Britain's Heritage)

Projetado por Charles Barry e Augustus Pugin, o edifício histórico foi construído em grande parte entre 1840 e 1870, com a parte mais antiga, o Westminster Hall, datando de 1099.

A restauração está planejada para ser realizada ao longo de seis anos, começando em 2025. No entanto, Foster acredita que sua estrutura poderia ser construída em 28 meses, permitindo que os membros do parlamento se mudassem mais cedo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s