Casa Created with Sketch.

Formas orgânicas marcam casa de luxo na Itália

Projeto assinado pelo MASK Architects, que fica na Sardenha, tem vista panorâmica para o mar

A residência de luxo ‘Villa G01’ com vista panorâmica do mar, em uma das áreas mais exclusivas do norte da Sardenha, Itália, foi projetada pelos fundadores da MASK Architects, Öznur Pinas Çer e Danilo Petta. A residência foi pensada de forma a garantir a sustentabilidade da natureza e edificada local, recorrendo a técnicas de construção contemporâneas e elementos baseados nas tecnologias atuais.

 (MASK Architects/Designboom)

Para completar a casa, os arquitetos aliaram a inspiração que tiraram da arquitetura e materialidade regional com um estilo próprio. O objetivo era realizar um design orgânico com texturas naturais, composto de materiais locais. Aninhado entre rochas e vegetação, e às margens da praia de águas azuis cristalinas, o empreendimento se integra ao entorno natural de forma harmoniosa. Ele gera uma atmosfera de vida de verão lenta e descontraída, encorajando a conexão consciente com a família, amigos e a liberdade de existir pacificamente na natureza.

A casa é composta por uma ampla sala que se liga à piscina e à paisagem exterior através de janelas panorâmicas. Grandes aberturas em toda a residência permitem que a luz penetre o interior, gerando um ambiente claro. O desenho da moradia centra-se em torno de uma parede curva situada na sala de estar, desenvolvendo-se em torno desta a estrutura principal do corpo. 

 (MASK Architects/Designboom)

A moradia é caracterizada por texturas elegantes, decoração interior requintada e acabamentos tradicionais. Os arquitetos utilizaram formas e volumes curvos para conseguir uma distribuição e divisão perfeita do espaço interior e exterior, de acordo com a paisagem.

A distinta concha exterior materializa-se com a utilização de acabamentos tradicionais, lembrando uma ‘casa de pedra’. Uma formação semelhante a uma caverna no telhado é inspirada por rochas locais que apresentam túneis devido à corrosão e aos efeitos de vários fenômenos naturais.

 (MASK Architects/Designboom)

Através do vazio da caverna, os moradores podem acessar o terraço que serve de área de estar. Estando no telhado, o túnel também dá aos ocupantes a oportunidade de caminhar no telhado e desfrutar da vista panorâmica dia e noite. A atmosfera da floresta envolve suavemente a casa garantindo uma sensação inata de tranquilidade e cores vivas. O jardim exterior foi desenhado como um bosque com pedras naturais e plantas locais, abraçando a estrutura com sensibilidade.

O projeto inclui cinco quartos e um conjunto de salas, que o cliente pode usufruir com a família e amigos. Um dos quartos é na verdade um spa, com uma sauna aconchegante e um local para massagens. As janelas dos quartos oferecem amplas vistas para o mar e para a vegetação circundante. Todos os quartos têm luz natural suficiente, graças às grandes aberturas que se ligam a áreas exteriores e aumentam a sensação de continuidade entre o interior e o exterior.

 (MASK Architects/Designboom)

A piscina proporciona continuidade e transição entre os interiores e exteriores com paredes de cortina dobráveis, que o morador pode abrir para dar uma sensação de máxima abertura na sala. A piscina funciona como uma piscina infinita na qual, em vários ângulos, ela se alinha com o mar e dá a impressão de desaguar nele, uma transição aparentemente inexpressiva entre a casa e o mar. A impressionante piscina, que também foi desenhada em formato orgânico, é cercada por atividades ao ar livre, com uma cozinha e uma grande mesa para refeições, cinema a céu aberto, banho de sol e área multiuso.

Veja todas as fotos do projeto na galeria.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.