Casa Created with Sketch.

A Disneylândia da arquitetura: conheça o Campus Vitra

Localizado na Alemanha, o Campus tem 240 mil m² e prédios assinados por diversos arquitetos

Uma das fábricas da Vitra.

Uma das fábricas da Vitra. (Divulgação/Casa.com.br)

Já pensou conhecer edificações assinadas por Zaha Hadid, Herzog & Meuron, Thomas Schütte e Renzo Piano sem precisar viajar o mundo todo? O Campus Vitra já! O local reúne projetos assinados por esses e outros arquitetos renomados em Weil am Rhein, na Alemanha.

O Museu de Design da Vitra.

O Museu de Design da Vitra. (Divulgação/Casa.com.br)

Muito mais do que a junção de três das fábricas da Vitra, o Campus reúne atrações arquitetônicas em 24 instalações, distribuídas pelo espaço. Os edifícios harmonizam com a arquitetura das residências e com a paisagem natural dos países que a cercam: Alemanha, França e Suíça.

As construções começaram em 1955, mas em meados de 1980, um incêndio destruiu grande parte do complexo. Ao invés de recuperar o que foi afetado, os executivos resolveram reconstruir a Vitra funcional e esteticamente. Entre 1981 e 1986, duas das primeiras fábricas do Campus Vitra, assinadas por Nicholas Grimshaw, foram inauguradas.

Uma das fábricas da Vitra.

Uma das fábricas da Vitra. (Divulgação/Casa.com.br)

A concepção e projeção do Campus é adaptada para que os funcionários passem o dia no local. Para a Vitra, não é o funcionário que deve se adaptar ao escritório e sim o escritório que deve se adaptar para promover o bem-estar dos funcionários. Por isso, as três fábricas são conectadas para que os funcionários não precisem sair do complexo para mudar de prédio. A tecnologia é uma aliada da construção para garantir o bem-estar: as pontes se movem de acordo com o clima para que ninguém se molhe, caso esteja chovendo.

A vista do Campus

A vista do Campus (Divulgação/Casa.com.br)

Desde a inauguração do Campus até hoje, obras arquitetônicas foram inseridas no projeto. Em 1993, Tadao Ando e Zaha Hadid fizeram contribuições para o local. Nos anos 2000, duas construções foram levadas para Alemanha. Um domo geodésico, criado por Richard Buckminster deixou Detroit para ocupar o Campus. O mesmo aconteceu com um pequeno posto de combustíveis, desenhado por Jean Prouvé.

A torre do relógio

A torre do relógio (Divulgação/Casa.com.br)

Em 2014, Carsten Höller criou uma torre de observação com um escorregador, conectando a Vitrahaus ao Posto de Bombeiros. A construção tem um fechamento transparente, e permite que os observadores apreciem a paisagem no entorno.

Outra obra em destaque é a VitraHaus, de Herzog & de Meuron, que tem 12 projeções de casas, dispostas uma sobre a outra. A construção tem 21 metros de altura e 57 de comprimento. O interior é ocupado com o showroom da marca e peças de design renomadas.

A Home Collection da Vitra

A Home Collection da Vitra (Divulgação/Casa.com.br)

Neste ano, o prédio paulistano que abriga o showroom da Mobbi, promove uma exposição com fotos exclusivas do Campus Vitra. As imagens contam a história do parque, desde o incêndio até hoje. A mostra é gratuita e aberta para visitação do público.

Serviço Exposição Campus Vitra

Quando?
15 a 25 de agosto
De segunda a sexta, das 10h às 19h
Sábados das 10 às 16h

Onde?
Avenida Cidade Jardim, 924 – Jardim Europa

Quanto?
Gratuito

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s