Casa Created with Sketch.

Transforme a garagem em escritório ou estufa

Além de abrigar carros, a garagem pode se tornar uma área multiúso. Estas duas ideias mostram como! 

Mais do que abrigo de carros, a garagem pode se transformar numa área multiúso. A arquiteta Daniela Berardinelli dá um exemplo: ela sugeriu aproveitar o espaço para cultivar plantas e ervas. Já o arquiteto Renato Malki propõe a adaptação para um escritório reversível. E, se você mora em casa, saiba também como cultivar uma horta na laje, outro espaço que ganha nova função.

Espaço para cuidar das plantas

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

Neste projeto, a arquiteta paulista Daniela Berardinelli sugeriu aproveitar a garagem para cultivar plantas e ervas. Na parede do fundo, um grande painel canaletado montado com perfis metálicos acomoda prateleiras ajustáveis e ferramentas. De fácil manutenção, os gaveteiros de laminado texturizado com rodízios encaixam-se sob a bancada. Uma das laterais abriga uma horta vertical em vasinhos. “Para as plantas, o ideal é ter luz natural no ambiente”, explica Daniela, que optou por cobrir a área com um pergolado de cumaru e vidro laminado (veja o detalhe abaixo). No piso, mosaico português. “O revestimento é pouco poroso e menos suscetível a manchar com óleo”, explica.

O vidro laminado está encaixado em perfis de alumínio em forma de I e U, q...

 (/)

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

Escritório reversível e sobre rodas

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

Generosa, esta garagem cedeu o lugar de uma de suas três vagas para tornar-se também um escritório. Com a metragem extra, o arquiteto Renato Malki, de São Paulo, acomodou duas mesas, quatro poltronas e quatro estações de trabalho. “Optamos por um layout flexível. Todo o mobiliário tem rodízios para facilitar o uso do espaço”, explica. Assim, quando os carros estão na rua, o centro da garagem pode ser utilizado como sala de reunião (veja abaixo). Um armário com portas de correr (revestidas de laminado verde para lousa) ocupa uma das laterais e guarda pastas e papéis. Placas de porcelanato 60 x 60 cm recobrem o piso, que recebe também uma faixa de pastilhas de vidro 2 x 2 cm na lateral dedicada às estações de trabalho.

Iluminação planejada

Os seguintes cuidados evitam que a garagem se torne um espaço escuro e inadequado ao trabalho:

– Acima das escrivaninhas, uma sanca garante a iluminação indireta com luz branca. O restante do forro de gesso embute spots com lâmpada PAR 30 e luminárias de teto com lâmpadas fluorescentes. Luminárias individuais nas mesas complementam o projeto.

– O portão metálico vazado deixa passar luz natural, além de ser responsável pela ventilação do local.

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s