Casa Created with Sketch.

Quarto de bebe traz toques de cinza, amarelo e bichinhos

Espaço de 13m² conversa com as necessidades da família

 (STAL Arquitetura/Divulgação)

Já imaginou reutilizar decorações e, com isso, trazer um novo aspecto para o ambiente? Um casal, que está esperando o segundo filho, queria construir um quarto para o bebê aproveitando móveis usados na primeira gravidez. O projeto da STAL Arquitetura, formado pela Alessandra Pinho e Stella Teixeira, visou exatamente isso. 

 (STAL Arquitetura/Divulgação)

Com berço, cadeira de balanço, trocador, estante de livros, caixas de brinquedos e muito local para armazenamento, a família tem um espaço aconchegante e muito bem configurado para atender suas necessidades. Apesar de pequeno, as cores pastéis e abertas produzem uma sensação de amplitude espacial e deixam o ambiente menos claustrofóbico.

 (STAL Arquitetura/Divulgação)

Para dar toques de diversão, papel de parede em bolinhas coloridas e pinturas da marcenaria dão alegria para o novo espaço da casa. Os móveis de madeira, além de acrescentarem um pouco da história da família à decoração, são modernos e funcionais. O sofá extenso, por exemplo, é uma ótima opção para a hora da amamentação, de receber visitas ou até mesmo para quando a criança for maior.

 (STAL Arquitetura/Divulgação)

Detalhes nas paredes, bichinhos de pelúcia e um tapete central foram alinhados com a intenção de fazer o quarto ser o mais acolhedor possível, transmitindo calor e carinho. As texturas e cores dos tecidos foram selecionadas com cuidado para participar do tema infantil, porém com um aspecto sutil. Seguindo uma linha minimalista, o projeto aproveita bem o espaço sem aglomerar com opções sem finalidade.

 (STAL Arquitetura/Divulgação)

Uma das peças que ganha destaque no quarto é uma estante desenhada pela dupla: uma maneira de guardar os brinquedos, sem fazer bagunça e, ao mesmo tempo, propõe originalidade para o ambiente.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.