O que você precisa saber para cultivar samambaias

Segundo o botânico Paulo Labiak, as samambaias formaram as primeiras florestas do planeta. Aprenda com ele a cultivá-las

Por Da redação Atualizado em 31 jan 2022, 18h55 - Publicado em 8 jan 2014, 15h41

01-o-que-voce-precisa-saber-para-cultivar-samambaias

Local

A maioria das espécies prefere ambientes de meia-sombra. “Mas podem receber o sol da manhã, que é menos forte e faz bem”, diz Paulo. Outro cuidado é não expô-las a ventos intensos. “Isso acentuaria o processo de desidratação, além de machucar as folhas”, avisa.

Rega

Quando as samambaias estão totalmente protegidas do sol, duas regas semanais no solo são suficientes – caso não, acrescente mais uma. “A quantidade certa é aquela que não deixa a água acumular no recipiente coletor”, ensina o botânico. Nas folhas, opte apenas por borrifar o líquido.

Continua após a publicidade

Adubação

Vasos novos, com menos de um ou dois anos, não requerem fertilização. Mas, depois, sim. Pequenas quantidades devem ser adicionadas todos os meses – seguindo as instruções do fabricante. “Os orgânicos são uma boa pedida. Oferecemos nutrientes necessários”, lembra o profissional.

Poda

As mais populares – como a renda-portuguesa, avenca e chifre-de-veado – não precisam de poda para se desenvolver. Porque crescem rapidamente e trocam sua folhagem todos os anos. Quando as folhas ficam velhas, se tornam amarelas. Retire-as para as novas nascerem.

Doenças

Paulo diz que raramente elas são atacadas por fungos e insetos. “Os problemas corriqueiros capazes de causar a morte estão relacionados ao local, à falta de água ou nutrientes.” Se você perceber que a sua samambaia não está saudável, verifique esses três fatores e tente corrigi-los.

Continua após a publicidade

Publicidade