Módulos com diferentes atividades convergem para a piscina

O complexo paulistano soma mais de 400 m² de puro lazer.

Por Por Carolina Diniz, Mayra Navarro (visual) e Tatiane Domiciano (texto) Atualizado em 20 jan 2017, 15h27 - Publicado em 17 dez 2014, 23h02

Chega a ser difícil acreditar que esta área, assinada pela arquiteta Sandra Sayeg, está em plena metrópole paulistana. “É um refúgio de sonho no meio do caos”, define ela. Executada pela LAAE Arquitetura e Engenharia, a obra se dividiu em três frentes. A primeira se concentrou em integrar os novos blocos – home theater, academia e cozinha – à moradia já existente. Em seguida, o jardim com espécies tropicais (Bonsai Paisagismo) procurou disfarçar o pano de fundo urbano. Por fim, veio a piscina. Agora, ao todo, o complexo soma mais de 400 m² de puro lazer.

Publicidade