Gostoso como um pátio árabe

Ervas aromáticas, flores de tons vibrantes, árvores frutíferas, piso de tijolos de demolição e muretas moldadas a mão e pintadas com tinta à base de terra resgatam o encanto dos jardins cultuados pelos árabes

Por Redação Atualizado em 20 dez 2016, 20h50 - Publicado em 15 nov 2006, 17h48

O resultado é um espaço colorido, que exala perfumes o ano inteiro e desperta os sentidos de quem se deixa ficar e desfruta de uma partida de gamão regada a chá de hortelã

A lavanda e a feijoa exalam perfumes para quem joga gamão ou simplesmente re...

Paisagista: Raul Cânovas (projeto), Sônia Cesarino Scigliano e Fernanda Lopes dos Reis (obra e plantio)

Tamanho: 214 m2

Espécies: Jasmim-árabe, Feijoa, Capim-limão, Rosa-rasteira, Romã, Violeta-de-cheiro, Lavanda, Capuchinha, Penicilina, Tomilho, Sabugueiro, Grama-esmeralda, Heliotrópio, Pimentinha, Pimentada-jamaica, Sálvia, Jasmim-do-imperador e Limão.

Continua após a publicidade

Localização: terreno anexo à casa

Estilo: oriental (árabe)

Destaque: elementos da cultura árabe, com cores e perfumes que despertam o sentido dos visitantes.

Ervas para comer e curarA seleção das ervas não foi feita apenas em função do aroma que elas exalam. A idéia foi plantar espécies que pudessem ser usadas na culinária e também para tratar da saúde. Amante de jardinagem, Sueli Raya cuida pessoalmente dos canteiros e ainda leva a produção excedente para um restaurante da cidade.

 Vasos com laranja kinkan e limão ladeiam as escadas. Os canteiros, que tiver...  1.Jasmim-árabe; 2.Feijoa; 3.Capim-limão; 4. Rosa-rasteira; 5.Romã; 6.Viole...  O guarda-sol comprado no litoral norte de São Paulo garante a sombra nos dia...  As placas de cerâmica azul do piso foram feitas a mão, com a mesma técnica...  A romã foi escolhida para compor o jardim porque está diretamente relaciona...  1. Para aproveitar bem o espaço, o vaso de laranjinha kinkan recebeu forraç...

Continua após a publicidade

Publicidade