Edifício de escritórios esconde jardins verticais no Rio de Janeiro

Marcado por espaços abertos, pela transparência e pelo concreto, o prédio é o primeiro projeto construído pelo escritório Richard Meier na América do Sul

Por Texto: Gabriela Domingues Fachin Atualizado em 20 dez 2016, 19h43 - Publicado em 3 ago 2016, 14h17
01-edificio-de-escritorios-no-rio-de-janeiro-esconde-jardins-verticais

Primeiro projeto construído do escritório americano Richard Meier and Partners na América do Sul, a nova sede da empresa VINCI Partners no Rio de Janeiro é um edifício branco e de concreto com jardins verticais escondidos.

02-edificio-de-escritorios-no-rio-de-janeiro-esconde-jardins-verticais

Como o terreno é cercado por outras construções, os interiores são marcados por espaços abertos e pela transparência, o que ajuda a iluminar os escritórios. Para aproveitar ao máximo a luz do sol e ao mesmo tempo minimizar o brilho intenso, a fachada de vidro conta com gelosias horizontais.

03-edificio-de-escritorios-no-rio-de-janeiro-esconde-jardins-verticais
Continua após a publicidade

Na parte de trás do prédio de sete andares, dois pátios foram adicionados ao lado dos elevadores. Além de trazer iluminação natural para as áreas de trabalho, eles abrigam jardins verticais, que crescem até o último piso.

04-edificio-de-escritorios-no-rio-de-janeiro-esconde-jardins-verticais

No projeto, o concreto e as paredes verdes são uma referência à arquitetura moderna brasileira e a forma do edifício se inspira na arquitetura da cidade.

05-edificio-de-escritorios-no-rio-de-janeiro-esconde-jardins-verticais 06-edificio-de-escritorios-no-rio-de-janeiro-esconde-jardins-verticais
Continua após a publicidade

Publicidade