Apartamentos pequenos: 12 truques para fazer o espaço render

Se você vai se mudar para um apartamento com pouca metragem, diminua a sensação de aperto com dicas do arquiteto Diego Revollo.

Por Nilbberth Silva

Apartamentos com menos de 100 m² dominam o mercado imobiliário. Os dados do último semestre na região metropolitana de São Paulo só confirmam esta informação: os 14.439 apês lançados neste período mediam, em média, 78,22 m². E mais da metade eram imóveis de dois dormitórios – com área média de 55,92 m². É muito aperto! Mas nem tudo está perdido: uma decoração certeira pode ajudar a diminuir a sensação desagradável de morar em uma gaveta. Com a ajuda do arquiteto Diego Revollo, levantamos doze dicas que podem fazer o espaço render no apartamento novo. Formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2001, o jovem arquiteto já decorou 50 apês. Confira cada um dos truques de Diego na galeria de fotos abaixo.

Allain Brugier

pequenos-apes-01
<p> 1 - Evite o forro de gesso. Forros diminuem o pé-direito dos apartamentos, piorando a sensação de aperto. “O ideal é tentar manter o pé-direito de 2,60 m”, diz Diego. “Banheiros podem ter altura de 2,40 m – até boa para os padrões de hoje”, acrescenta. Se precisar abrir mão do forro para ter um bom pé-direito, você precisará deixar de lado as lâmpadas embutidas: troque-as por pendentes decorativos. Mas sem exagerar na quantidade: bastam até duas peças duplas por ambiente. Sentiu falta de luz? Adicione iluminação indireta, como luminárias de chão ou de mesa. Caso o apartamento tenha sistema de áudio e vídeo, o forro de gesso é inevitável e vale à pena colocar luzes embutidas. Nesse caso, instale o forro a 12 cm do teto. “Uma distância menor torna difícil achar luminárias”, afirma Diego.</p>
.
Fechar

Curta o CASA.COM.BR no Facebook