Cristaleira é transformada com mistura de tinta que imita laca

A cristaleira ficou moderninha ao receber massa para madeira e spray de tinta.

Texto Diana Yuri Fotos Luis Gomes Reportagem Visual Mario Mantovanni

Foi presente de um amigo a cristaleira que guardava louças na casa de Luis Gomes, fotógrafo baiano que fez carreira em São Paulo (diversas fotos de capas de revistas de decoração da editora Abril são dele). Mas a peça gritava por socorro - a superfície estava desgastada, e uma porta, quebrada. A atualização ficou por conta do repórter visual Mario Mantovanni. "Tingimos o móvel de preto e, por dentro, o fundo foi forrado de papéis estampados", conta. A primeira parte da tarefa saiu melhor que a encomenda graças a uma caprichosa mistura de tintas, que criou um efeito de pintura laqueada. O resultado ficou tão bacana que a peça ganhou status de estante no estar.

Divulgação

Um título para uma foto sem titulo

Para começar, a parte quebrada da porta foi colada. Lixado e removido o pó, os danos foram corrigidos com massa para madeira. Após a secagem, lixou-se mais uma vez e foi aplicada, nesses pontos, uma demão de primer cinza, que atua como selador. Spray preto tingiu o exterior do móvel: na frente, foram duas latinhas do acabamento brilhante; nas laterais e nos puxadores, duas do fosco. "Para evitar áreas sem tinta, cubra a superfície na horizontal e, depois, na vertical", ensina Fernanda Nogueira, técnica da Lukscolor. Entre uma demão e outra, espere 24 horas. Para o efeito de laca, a finalização foi feita com três demãos de spray verniz incolor sobre a tinta brilhante. Três tubos no tom de madeira natural cobriram a parte interna, incrementada com papéis estampados. "Espalhei cola branca só nas bordas e fixei-os", diz Mario.

Quanto custou? R$ 181

Itens de pintura

Foram 900 ml de massa para madeira e 11 tubos de 400 ml de Spray Premium. Tudo da Lukscolor. Maz Materiais, R$ 154,80.

Papel (duas folhas)

O Rio mede 66 x 96 cm. Papel Craft, R$ 26.

Preços pesquisados em 12 de outubro de 2011, sujeitos a alteração.

Curta o CASA.COM.BR no Facebook