Praça das Artes em São Paulo acumula prêmios

Conheça detalhes do projeto premiado da Praça das Artes em São Paulo.

Por Da redação Atualizado em 20 dez 2016, 23h16 - Publicado em 16 jul 2014, 23h06
01-arquitetura

Escolhida da categoria Edifícios Culturais em 2013, a Praça das Artes, em São Paulo, coleciona troféus. Além do nosso, a obra de Marcos Cartum e do Brasil Arquitetura levou o da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) em 2012 e o inglês The Icon Awards 2014. Entenda algumas de suas qualidades

Implantação virtuosa

Chama a atenção a forma como o projeto deste centro de música e dança para os grupos do Theatro Municipal de São Paulo se insere numa área recortada do centro. “A relação entre os trechos descosturados, as condições preexistentes e os novos espaços foi muito feliz”, afirma a historiadora de arquitetura Rosa Artigas, do júri do ano passado.

Vão livre para todos

A construção de 28,5 mil m2 cria uma atmosfera pública de convivência ao abrir para o pedestre o térreo do edifício principal, de concreto aparente. A praça interliga três ruas do entorno. “Com a ideia de continuidade entre o vão livre e a praça, a obra faz, ainda, importante referência à cultura arquitetônica brasileira”, analisa a historiadora.

Respeito ao passado

Há um diálogo entre os prédios novos e os históricos reformados (não mais isolados) ao redor, caso do antigo Conservatório Dramático e Musical de São Paulo (CDMSP), destacado delicadamente com a fachada branca. “Num equilíbrio sensível, os arquitetos nem ocultaram nem monumentalizaram os edifícios históricos”, explica Rosa.

Continua após a publicidade

Publicidade