Museu da Casa Brasileira homenageia designer Fluvio Nanni

A 3ª edição da série ‘Pioneiros do design brasileiro’, do Museu da Casa Brasileira, homenageia o designer Fluvio Nanni de 26 de novembro a 28 de fevereiro

Por Mari Bruno Atualizado em 14 dez 2016, 12h25 - Publicado em 19 nov 2015, 15h23
Fulvio Nanni

O painel “Pioneiros do design brasileiro”, do Museu da Casa Brasileira, pretende resgatar trajetórias individuais marcantes e homenageia neste ano, na sua 3ª edição, o designer Fluvio Nanni (1952-1995) com uma mostra de mobiliário e desenhos originais da Nanni Movelaria. Peças como o criado-mudo Tridzio, a poltrona Sand e a cadeira Raio 23 estarão expostas no local.

O cadeira Raio 23, de Fluvio Nanni (1952-1995)

“Sintonizado com experimentações livres da rigidez formal e funcionalista do móvel moderno tradicional, Fulvio Nanni foi pioneiro ao introduzir padrões estéticos alinhados com as propostas do nascente pós-modernismo. Sua produção, além de seguir a boa tradição da marcenaria artesanal brasileira, explorando a diversidade das madeiras locais, promoveu a fusão de novos materiais industrializados, pesquisando e experimentando, com liberdade, combinações com metal, mármore, vidro, fórmica, resina plástica, borracha, lona e tela”, conta Giancarlo Latorraca, diretor técnico do MCB.

O criado-mudo Tridzio, de Fluvio Nanni (1952-1995)

A mostra Pioneiros do design brasileiro: Fulvio Nanni e Nanni Movelaria acontece de 26 de novembro à 28 de fevereiro, de terça a domingo, das 10h às 18h, no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. O ingresso custa 6 reais (R$3 a meia-entrada), e a entrada é gratuita aos sábados, domingos, feriados e aberturas noturnas. No mesmo período, o visitante ainda pode conferir a exposição do 29º Prêmio Design MCB.

O poltrona Sand, de Fluvio Nanni (1952-1995), reeditada em 2005 pela DPOT.
Continua após a publicidade

Publicidade