Kengo Kuma vai assinar o projeto do Estádio Olímpico de Tóquio

O caso do polêmico Estádio Olímpico de Tóquio chegou a um desfecho (finalmente!) — depois de meses de discussão entre arquitetos internacionais

Por Vanessa D'Amaro Atualizado em 14 dez 2016, 12h14 - Publicado em 22 dez 2015, 11h45
kengo

Há meses, uma novela arquitetônica paralisou o andamento das obras do Estádio Olímpico de Tóquio, que irá abrigar os jogos de 2020. A famosa arquiteta iraquiana Zaha Hadid, autora do primeiro projeto do estádio, está no centro de todo o drama. Acontece que, em 2012, foi realizado um concurso internacional para projetar a principal sede das Olimpíadas de Tóquio em 2020. O projeto selecionado por um júri composto por grandes nomes da arquitetura (Richard Rogers e Tadao Ando, entre eles) foi o de Hadid. Porém, quando o resultado foi anunciado a arquiteta recebeu duras críticas de profissionais japoneses que alegam que a proposta não estava de acordo com o entorno: ela era grande demais para aquela área e causaria transtorno aos moradores do bairro japonês. Entre os arquitetos que se posicionaram contra o projeto, estavam Kengo Kuma, Toyo Ito (que já ganhou um Pritzker, o Oscar da Arquitetura) e Sou Fujimoto.

Quando as obras começaram, o governo japonês se deparou com custos astronômicos. Por isso, pediu a Zaha Hadid que fizesse adaptações no projeto — que ainda assim sairia mais caro do que o planejado. Foi quando o governo resolveu cancelar as obras de vez e abrir novamente um concurso. Os dois finalistas selecionados, neste segundo júri, foram Toyo Ito e Kengo Kuma — agora, o grande vencedor. O estádio apresentado por Kengo Kuma tem a forma de um anel e grandes terraços com muito verde. Como Kuma é conhecido por privilegiar o uso de materiais naturais em suas obras, o telhado seria feito parcialmente em madeira com estrutura de aço. De acordo com o jornal Japan Times, o novo estádio representaria bem a arquitetura nacional já que preserva características tipicamente japonesas — o telhado de madeira seria um grande exemplo disso. 

Publicidade