Casa Created with Sketch.

Heimtextil 2010: conheça as quatro mega-tendências em tecidos

Sustentabilidade norteou os conceitos apresentados hoje, no segundo dia da Heimtextil 2010. O redator-chefe da revista Casa Claudia estava entre os primeiros jornalistas a saber o que vem por aí no mundo das inovações têxteis.

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

Como já é costume, a Heimtextil apresentou suas tendências no segundo dia da feira. Hoje cedo, às 8:30 horas, pontualmente, representantes de seis institutos de pesquisas de tendências mostraram a jornalistas de todo o mundo as quatro mega-tendências que irão dominar o cenário da moda e da casa nos anos 2010 e 2011. “A principal ideia que norteou o nosso trabalho foi achar soluções para salvar o planeta”, afirma Jeanne Goutelle, do instituto francês Carlin. “Estamos falando de um design comprometido com a natureza”, ressalta. De fato as duas primeiras megatrends estão diretamente ligadas às questões ecológicas.

A primeira dela foi batizada de Futurustic e fala da necessidade de simplicidade e de estar em contato com materais naturais, quase rústicos. “No começo desta nova década, as responsabilidades individuais e coletivas se expressam em criações humanísticas, ecológicas e sustentáveis”, afirma Jeanne. Aqui, as formas são brutas, há móveis com bases de troncos e galhos e as cores são as da terra: vai do bege ao preto, passando por toda gama de marrons.

A segunda, chamada de Hypernature busca trazer um toque emocional em nossas vidas.”Tecnologias suaves evitam impactar o meio-ambiente e reduzem a complexidade do dia-a- dia. Mas isso não quer dizer viver sem emoção”, explica Anne Marrie Commandeur, do Instituto Stijl, de Amsterdan. Nesta tendência, formas e cores são suaves: rosa-bebe, azul-claro, verde-agua, nude.

Intuition é a tendência que valoriza a criatividade e a impulsividade. Cores fortes, inclusive as primárias (vermelho, amarelo e azul) fazem parte deste grupo.” A Intuition busca as expressões espontâneas, que quebram as barreiras entre as culturas”, afirma Anne Marrie. Móveis coloridos e de formas arrojadas (que lembram a cadeira Red and Blue, de Rietveld) e grafismo são as características do movimento.

Por último, a Temptation aposta nas formas e cores que evocam a sedução e os cenários teatrais. Os móveis clássicos (cadeira e namoradeira Luis XV, por exemplo) aparecem customizadas, pintadas com cores quentes e forradas com vários tecidos diferentes. Texturas sensuais como o veludo e os adamascados dominam essa tendência.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s