Casa Cor Peru 2011: ambientes inspiradores

Na sua 16ª edição, a mostra traz ambientes cheios de referências que buscam alternativas de conforto para o estresse do dia-a-dia.

Por Por Helena Dias Atualizado em 20 dez 2016, 17h30 - Publicado em 19 out 2011, 17h45

Lima, capital do Peru, é dividida em províncias e uma das mais importantes é a de Callao, onde está localizado o porto. O bairro tem vários prédios que refletem o patrimônio histórico da cidade e é num destes que acontece, de 27 de setembro a 6 de novembro, a 16ª edição da mostra Casa Cor. O palco da mostra é a mansão Ronald, um antigo prédio de Callao, construído no início do século XX e restaurado para a Casa Cor. O casarão representa a chegada ao país de uma nova arquitetura, fruto da revolução industrial, inspirada nos modelos das galerias comerciais européias. Apesar de ser residencial, o prédio conta com inúmeras salas, quartos e corredores que a cortam de fora a fora. Neste ano, 82 profissionais ocuparam a mansão para dar vida a 52 ambientes que trazem as novidades dos trabalhos de designers, arquitetos e decoradores peruanos. A busca por conforto como contraposição ao dia-a-dia corrido da modernidade apareceu em muitos ambientes, como o Quarto de Alice ou a sala de Cromoterapia. E também é evidente o esforço dos profissionais na criação de trabalhos sustentáveis, optando por materiais que agridam pouco a natureza. Outro detalhe que chama atenção na mostra é a presença de referências que vão muito além do Peru, os trabalhos, em geral, trazem elementos multiculturais, como objetos de diversos países e até mesmo referências artísticas de variadas regiões que se mesclam dentro dos ambientes. Confira abaixo 20 dos ambientes que mostram os traços mais marcantes desta mostra.

Publicidade