Casa Created with Sketch.

Bienal de Veneza: experiência sensorial por meio de reflexos de luz

Obra tecnológica da Bienal de Arquitetura de Veneza promove experiência sensorial por meio de reflexos da luz

04-distorção-optica

 (/)

De vidro laminado duplo (24 mm de espessura), a Glastecture se assemelha a uma visão fantástica. Pudera: nenhuma das emendas da instalação na Bienal de Veneza, que soma 50 m² e pesa 2,4 toneladas, está aparente. Suas 23 placas (1,20 x 1,50 m e 1,50 x 1,80 m) foram unidas no próprio jardim do Palazzo Mora, utilizando acryl syrup (xarope de acrílico), resina incolor que compõe os para-brisas dos novos trens-bala japoneses. “Essa tecnologia viabilizou a primeira estrutura arquitetônica inteiramente de vidro do mundo”, orgulha-se o arquiteto Kohki Hiranuma. “O material atua como parede, viga, coluna e telhado.” Para integrar as curvas do projeto, um software desenvolvido pela Universidade de Tóquio calculou o grau de angulação e a tensão relativa ao peso de cada peça. Os vidros foram fornecidos pela espanhola Cricursa. Até 23 de novembro de 2014.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s