Arquiteto cria instalação com fios coloridos para museu na Filadélfia

Francis Kéré se inspirou em seu vilarejo natal em Burquina Faso, país na África ocidental, e na própria Filadélfia para conceber o trabalho

Por Texto: Gabriela Domingues Fachin Atualizado em 19 jan 2017, 13h51 - Publicado em 1 jul 2016, 18h34
01-arquiteto-cria-instalacao-com-fios-coloridos-para-museu-na-filadelfia

O arquiteto Diébédo Francis Kéré criou uma instalação com as cores do arco-íris para o Museu de Arte da Filadélfia, feita de milhares de fios suspensos. Em um átrio do edifício, as tiras penduradas por uma estrutura de aço formam uma espécie de labirinto.

02-arquiteto-cria-instalacao-com-fios-coloridos-para-museu-na-filadelfia

Para conceber o trabalho, chamado Colorscape, Kéré se inspirou em seu vilarejo natal em Burquina Faso, país na África ocidental, e na própria Filadélfia. Enquanto os visitantes passeiam pela instalação, eles escutam sons cotidianos dos dois lugares. Os fios, produzidos localmente, fazem referência à produção têxtil da Filadélfia.

03-arquiteto-cria-instalacao-com-fios-coloridos-para-museu-na-filadelfia
Continua após a publicidade

A instalação faz parte da primeira exposição solo do arquiteto nos Estados Unidos, que aborda o seu trabalho através de protótipos, fotografias e filmes. A mostra individual de Kéré é uma das cinco incluídas na grande exposição Creative Africa, que traz a arte e o design do continente tanto num viés histórico quanto contemporâneo.

04-arquiteto-cria-instalacao-com-fios-coloridos-para-museu-na-filadelfia

A instalação Colorscape fica no museu até 25 de setembro.

05-arquiteto-cria-instalacao-com-fios-coloridos-para-museu-na-filadelfia 06-arquiteto-cria-instalacao-com-fios-coloridos-para-museu-na-filadelfia
Continua após a publicidade

Publicidade