Casa Created with Sketch.

Professora cria jogo de cartas com grande nomes da cultura preta

Após notar que os alunos gostavam de jogos de cartas, Perla Santos decidiu criar o jogo com heróis e heroínas pretos

Professora da EMEF Mario Quintana em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, Perla Santos resolveu criar o jogo “Bafo Afro” ao perceber que seus alunos gostavam de jogos de cartas e que, apesar de o ensino da história e cultura afro-brasileira serem obrigatória por conta da lei 10.639 de 2003, ela não acontece na prática.

Perla selecionou os nomes e escreveu uma mini-biografia para os 24 personagens do jogo, que conta com Teresa de Benguela, Dandara, Zumbi dos Palmares, Lima Barreto e outros importantes ícones pretos da história. A arte das cartas é de Paulo Goulart.

Para as regras, elas contou com a ajuda dos alunos. As partidas são jogadas em dupla, com duas cartas viradas para baixo e ganha quem conseguir virar mais cartas primeiro. Quem tiver mais figuras femininas entre as cartas ganha mais pontos porque, como mulheres negras sempre foram mais apagadas na história, é uma forma de valorizá-las com uma pontuação maior no jogo.

View this post on Instagram

Adquira logo o seu! Informações inbox

A post shared by Perla Santos (@perlasantosonline) on

Além de “Bafo Afro” (que você pode comprar através do Instagram da professora), Perla está criando outros jogos de alfabetização e materiais de apoio a professores também usando como base as personalidades pretas da história.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.