Móveis de drywall: 25 soluções para ambientes

Estantes, painéis, cabeceiras... Conheça outras faces que o drywall pode assumir em sua casa

Por Luciana Andrade Atualizado em 20 dez 2016, 22h16 - Publicado em 15 jul 2015, 16h37

oferecimento-leo-madeiras_ok

Uma reportagem apenas é pouco, muito pouco, para enumerar as diversas vantagens do drywall, sistema que tem se tornado uma opção inteligente na hora de construir ou reformar. As placas em gesso acartonado, unidas por estruturas metálicas, são a base de uma série de projetos capazes de mudar a cara e os usos de um espaço em pouco tempo, quando comparadas a processos tradicionais. “O drywall, assim como a marcenaria e a alvenaria, é uma ótima opção em alguns tipos de nichos, prateleiras e outros detalhes, além de se encaixar em projetos que exigem agilidade ou têm um budget restrito. E a personalização é total, com lâminas de madeira, pastilhas, pinturas, texturas”, indica Claudia Ribeiro, do escritório Rima Arquitetura & Design.

Divisórias, sancas e forros são as aplicações mais comuns. Mas o assunto hoje são os móveis que o drywall permite criar, representando uma sensível economia de tempo e dinheiro – o orçamento pode ser reduzido em até 60%. E o melhor: sem perder a funcionalidade, a resistência e a beleza! Dá para projetar closets, sapateiras, prateleiras, nichos, guarda-roupas, cabeceiras de cama, bancadas de estudos, móveis de banheiro, painéis funcionais, estantes e muito mais. “Você faz uma casa completa, se quiser”, afirma a arquiteta Judith Vinhaes.

O arquiteto Júnior Piacessi destaca: “Recomendo o uso do drywall em prateleiras de despensa e de quartos, bancadas de escritórios e de estudos. Se for uma área de muito uso, é possível instalar um vidro por cima, como no caso das bancadas”. Com tantas vantagens, uma pergunta não quer calar: como não pensamos nisso antes? Se você se empolgou com as possibilidades do drywall, confira a galeria de imagens com várias ideias de espaços e inspire-se!

Continua após a publicidade

Publicidade