Luminárias com fios à mostra marcam o trabalho da dupla NeuteChvaice

Com atenção especial a circuitos e lâmpadas, a linguagem criada pela dupla NeuteChvaicer deixa os componentes à mostra

Por Texto Luisa Cella Atualizado em 20 jan 2017, 15h38 - Publicado em 16 mar 2015, 22h51

“Queremos que cada item constituinte do produto seja um elemento plástico forte e aparente”, resume Rafael Chvaicer. Ele e a sócia, Ana Neute, flertam com arquitetura, design de objetos, mobiliário e luminotécnica. Os dois firmaram a parceria em 2010, movidos pela vontade de criar utilitários. Transformaram a edícula da avó de Ana, em São Paulo, numa oficina e seguem ali até hoje dando forma a suas ideias – algumas sob encomenda, como as luminárias desenvolvidas para o restaurante Tuju. “Começamos com muita vontade de colocar a mão na massa, o que ainda é importante para nós. Entretanto, atualmente contamos com fornecedores de serviços como o corte a laser, tornando possível empregar novos materiais, além de viabilizar a reprodução em série”, diz ele. Parte de uma nova geração de arquitetos que se empenha em estabelecer marca própria, a dupla cita o movimento moderno como referência. “É nossa tradição mais próxima. Tudo o que se pode fazer, mesmo uma subversão ou traição, parte dali”, afirma Rafael.

Publicidade